Divulgando oportunidades educacionais desde 08.02.2008

Seguidores do Só Cursos Grátis


Pesquisa personalizada

Siga por email

.

quinta-feira, 18 de setembro de 2014

UFRJ promove Curso de Aperfeiçoamento em Gestão Etnoterritorializada da Educação Escolar Indígena, a distância

Universidade Federal do Rio de Janeiro – UFRJ, em parceria com aSecretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão – SECADI / MEC, torna público que estão abertas as inscrições para o Curso de Aperfeiçoamento em Gestão Etnoterritorializada da Educação Escolar Indígena no âmbito da Rede Nacional de Formação Continuada de Professores na Educação Básica – RENAFOR.  
O curso será oferecido na modalidade a distância, com carga horária de 180 horas. Foi desenvolvido pelo Laboratório de Pesquisas em Etnicidade, Cultura e Desenvolvimento / Departamento de Antropologia – Museu Nacional (LACED/DA-MN-UFRJ), em diálogo com a Coordenação Geral de Educação Escolar Indígena/Diretoria de Políticas de Educação do Campo, Indígena e para as Relações Étnico-Raciais/Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (CGEEI) e será certificado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro.
São oferecidas 240 vagas a serem preenchidas por ordem de inscrição e atendimento aos pré-requisitos (Termo de Compromisso assinado e Carta de Recomendação).
O ambiente virtual de aprendizagem utilizado para este curso será o Moodle (AVA@UFRJ) e seus objetivos são:
a) apresentar informações básicas sobre a presença e a participação dos povos indígenas no processo de formação do Brasil, suscitando debates e estimulando a revisão do que está, inadequadamente, descrito ou deformado por visões preconceituosas;
b) promover formação teórica e prática para a gestão etnoterritorializada da educação escolar indígena;
c) contribuir para a consolidação da política de implementação dos Territórios Etnoeducacionais, por meio da formação continuada para a gestão educacional. 
Sobre o Público alvo e os Pré-requisitos:
1) Público alvo:
a) gestores, técnicos, professores, necessariamente em exercício nos sistemas públicos estaduais, municipais ou federais com ações voltadas para Educação Escolar Indígena.
b) membros das Comissões Gestoras dos Territórios Etnoeducacionais, membros da Comissão Nacional de Educação Escolar Indígena e interessados que façam parte de Fóruns e Comitês ligados à temática da Educação Escolar Indígena. 
3) Pré-requisitos:
a) acesso a internet banda larga e disponibilidade de 8 (oito) horas semanais para dedicação ao curso, assinado em Termo de Compromisso anexo.
b) carta de recomendação (da chefia, no caso do servidor público) atestando o vínculo do candidato com gestão da educação indígena na função ocupada atualmente. 
Para inscrição envie o Termo de Compromisso assinado e a Carta de Recomendação: via email para laced@mn.ufrj, e para o endereço:
Laced/Departamento de Antropologia/Museu Nacional/UFRJ
a/c Antonio Carlos de Souza Lima
 Quinta da Boa Vista s/n – São Cristóvão, Rio de Janeiro, RJ. CEP: 20940-040.

Inscrições: de 18/09 a 25/10
Início: 10/11/2014
Email para contato: laced@mn.ufrj.br

segunda-feira, 15 de setembro de 2014

USP oferece 3 cursos gratuitos sobre a História do Brasil

USP oferece através do site da Univesp TV disponibiliza 3 cursos gratuitos online sobre a História do Brasil.
Univesp TV é o canal de comunicação da Universidade Virtual do Estado de São Paulo, a quarta universidade pública paulista e visa ao incentivo à formação integral do cidadão.
Veja os três cursos oferecidos pela USP:
A América portuguesa dos séculos XVI e XVII: sociedade, política, economia e cultura.
 Objetivos
- Analisar a incorporação da América aos mercados mundiais da Época Moderna, mais especificamente aos padrões de colonização portuguesa;
- Analisar a formação, na América Portuguesa, de uma sociedade escravista, bem como suas formas básicas de reprodução;
- Analisar as condições de exercício de poderes locais e a reconfiguração, na América, de estruturas políticas do Antigo Regime português;
- Discutir criticamente a historiografia clássica e os debates historiográficos mais recentes acerca dos temas a serem abordados no curso.
Programa
  • América Indígena
  • A expansão comercial europeia e o continente americano
  • Os portugueses na América: feitorias e capitanias hereditárias
  • Os franceses na América e a competição mundial do século XVI
  • O imaginário da colonização
  • Economia e sociedade do açúcar
  • Trabalho indígena e trabalho africano: a formação de uma sociedade escravista
  • Religião e colonização
  • Os holandeses na América e a competição mundial do século XVII
  • O debate historiográfico em torno do “Antigo Sistema Colonial”
  • A ocupação do território
  • A administração colonial
  • Fundamentos da sociedade colonial
Apogeu, crise e fim da colonização portuguesa da América (c.1695-c.1822)
Programa
  • O ouro do Brasil e a economia mundial.
  • A sociedade das Minas Gerais.
  • O Reformismo Ilustrado e a América portuguesa.
  • Fronteiras coloniais e limites no século XVIII.
  • Escravidão, tráfico negreiro e escravismo, séculos XVIII e XIX.
  • Literatura e cultura letrada.
  • A ideia de Brasil no século XVIII.
  • Motins e sedições: os padrões de contestação política.
  • O debate historiográfico em torno da “crise do Antigo Sistema Colonial”.
  • A Corte no Brasil e as reconfigurações do Império Português.
  • A Independência e a formação do Estado e da nação.
  • A parte e o todo: a dinâmica da colonização, séculos XVI-XIX.
Objetivos
- Analisar as reconfigurações políticas, econômicas, sociais e culturais na América portuguesa durante o século XVIII.
- Analisar a crise do Império português e a criação das condições de possibilidade para o surgimento e consolidação, nas primeiras duas décadas do século XIX, de um projeto de ruptura política entre Portugal e Brasil
- Discutir criticamente a historiografia clássica e os debates mais recentes acerca dos temas a serem abordados no curso.
Curso com a participação de vários professores aborda a história do país, da época dos jesuítas à Primeira República.
 Programa
  • Padre Antônio Vieira e a educação jesuítica
  • Reformas Pombalinas e estatização do ensino
  • Dom João VI
  • Demografia histórica
  • Independência
  • Primeira República
  • Independência
  • Jesuítas
  • Preceptoras
  • Reformas Pombalinas e ensino jesuítico
  • História da Alfabetização no Brasil
  • Abolição
Aproveite e bom estudo!
FONTE: Canal do Ensino

Ilê Aiyê promove oficinas de estética afro - BA



ÚLTIMAS VAGAS!
As inscrições vão até dia 26 ou enquanto durarem as vagas.
Podem se inscrever homens e mulheres com 16 anos ou mais e formação livre.
É preciso levar originais e cópias de RG, CPF e comprovante de residência.
Os participantes terão lanche e ajuda de custo para transporte.
As oficinas duram 6 meses e têm início em outubro. Aulas na sede do Ilê Aiyê - Oficial

quinta-feira, 4 de setembro de 2014

Curso a distância "Comunicação estratégica e incidência política para organizações da sociedade civil"

Curso na modalidade Educação a Distância - On-line

Dia 06 de outubro a 05 de dezembro de 2014 (60 horas de formação a distância)
O curso traz uma abordagem da comunicação estratégica direcionada a organizações, movimentos e projetos sociais, considerando sua estrutura, contexto em que estão inseridas e suas metas. Os conteúdos enfocam o uso das diferentes ferramentas e linguagens da comunicação, visando o desenvolvimento institucional, a articulação de parcerias, a mobilização e o engajamento social.

O curso é dirigido a integrantes da equipe de trabalho de organização da sociedade civil (OSC).

Para fazer sua inscrição, veja as informações detalhadas em anexo e depois preencha o formulário no link https://docs.google.com/forms/d/19TXLXT-adCz03hhPL-ic2CKH84Q4XJIXLOkUI8HqaQs/viewform

O prazo de inscrição é dia 20/09/2014

A partir das inscrições, será realizado um processo de seleção, com base em critérios pré-estabelecidos de equilíbrio geográfico, diversidade de porte e temas das OSC´s.

A formação é gratuita e o/a selecionado/a deve assumir o compromisso de participação e realização das atividades.

Qualquer dúvida entre em contato através do e-mail comunicacao.ead@abong.org.br

Renata Pistelli - Formação
Rua General Jardim, 660 - 7º andar, CEP 01223-010
+55 11 3237-2122 | www.abong.org.br 

terça-feira, 2 de setembro de 2014

segunda-feira, 1 de setembro de 2014

Bloco afro Muzenza promove oficinas artísticas gratuitas - BA




Estão abertas as inscrições no Centro Social Urbano da Liberdade,que fica na Estrada da Liberdade nº 100, Próximo ao Shopping Liberdade.
Das 10h as 12h das 14h as 17h.

Endereços, telefones e horários de funcionamento de cada entidade.

Podem se inscrever homens e mulheres com 16 anos ou mais e formação livre.
É preciso levar originais e cópias de RG, CPF e comprovante de residência.
São oficinas diferentes em cada entidade, confiram os títulos abaixo.

Filhos De Gandhy: R. Gregório de Matos, 53, Pelourinho, das 13h às 18h. +info: (71) 3321-7073
>> Percussão
>> Canto
>> Adereços e turbantes
>> Yorubá
>> Corte e Costura


Bloco Afro Malê Debalê:
>> Percussão
>> Dança Afro
>> Estética Afro
>> Customização de Acessórios Malê
>> Cultura Hip Hop


Bloco Afro Muzenza do Reggae:
>> Percussão
>> Corte e Costura
>> Canto
>> Dança Afro
>> Estética Afro


Cortejo Afro:
>> Desenho e Criação de Estampa
>> Percussão
>> Novos Conceitos para Estética
>> Corte e Costura
>> Design de Moda


Em breve informações sobre oficinas do Ilê Aiyê - Oficial.