Divulgando oportunidades educacionais desde 08.02.2008

Seguidores do Só Cursos Grátis


Pesquisa personalizada

Siga por email

.

sexta-feira, 31 de agosto de 2012

SESC promove Semana Literária e Feira do Livro - PR



Período de realização: 10 a 13 de Setembro
Local: Centro de Cultura – Rua Doutor Colares, 436/Centro
 
Agendamentos e demais informações:
Sesc Ponta Grossa
Rua Theodoro Rosas,1247/Centro
(42) 3222-5432

Programação:


Segunda-feira (10/09)
Cine Sesc - Mostras Literárias
9h às 10h - 13h30 às 15h30
 
Espetáculo de contação de histórias
10h às 11h - 13h30 às 14h30 – 15H30 às 16h30
Na companhia das Histórias
Cia das Histórias
 
Oficina de contação de histórias para avós
13h30 às 17h30
  
Terça-feira (11/09)
Oficina de contação de histórias para avós
08h00 às 11h00
 
Cine Sesc - Mostras Literárias
9h às 10h - 13h30 às 15h30
 
Espetáculo de contação de histórias
10h às 11h - 13h30 às 14h30 – 15H30 às 16h30
Na companhia das Histórias
Cia das Histórias

Oficina de Literatura Independente
13h30 às 17h30
 
Mesa Redonda
19h30 às 21h30
Tema: Eu sou o Personagem
Autor: Miguel Sanches Neto

Mediador: Jair Marques
 
 
Quarta-feira (12/09)
Cine Sesc - Mostras Literárias
9h às 10h - 13h30 às 15h30
 
Espetáculo de contação de histórias
10h às 11h - 13h30 às 14h30 – 15H30 às 16h30
Na companhia das Histórias
Cia das Histórias
 
Oficina de quadrinhos
13h30 às 17h30

Mesa Redonda
19h30 às 21h30

Tema: Poesia em eterno movimento
Autores: Alberto Martins e Fabrício Corsaletti
Mediador: Rafael Schoenherr
  
Quinta-feira (13/09)
Cine Sesc - Mostras Literárias
9h às 10h - 13h30 às 15h30
 
Espetáculo de contação de histórias
10h às 11h - 13h30 às 14h30 – 15H30 às 16h30
Na companhia das Histórias
Cia das Histórias
 
Oficina de Roteiro Cinematográfico
13h30 às 17h30
 
Mesa Redonda
19h30 às 21h30
Tema: O futuro além do papel
Autores: Prof ª Caetano Waldrigues Galindo - Graduado e mestre em Letras pela UFPR (1998; 2000), Mediador: Bruno Scuissiatto
 
Atividades Permanentes:

Exposição e venda de livros
Participação de livrarias da cidade.

Agendamentos e demais informações:

      Sesc Ponta Grossa
      Rua Theodoro Rosas,1247/Centro
      (42) 3222-5432
______________________________________________________________________________________

Atividades sistemáticas do Sesc Ponta Grossa:
 - Educação Infantil;
 - Biblioteca;
 - Clínica Odontológica;
 - Restaurante;
 - Grupo da 3ª Idade;
 - Costura Geral;
 - Artesanato;
 - Academia de Musculação;
 - Lazer no Comércio;
 - Ação Comunitária;

Palestra "Religião na Bahia: uma perspectiva histórica" - BA

A Fundação Pedro Calmon, por meio do Centro de Memória da Bahia, convida a todo(a)s para o segundo semestre do Conversando com sua História. No módulo Religião, que será discutido durante todo o mês de setembro, teremos a palestra intitulada Religião na Bahia: uma perspectiva histórica, que será ministrada pelo profª drª. Elizete da Silva (UEFS).
Contamos com sua participação!
 
Local: sala Katia Mattoso, 3º andar da Biblioteca Pública do Estado da Bahia
Data: 03 de setembro de 2012
Horário: 17h

Atenciosamente,
Centro de Memória da Bahia
Fundação Pedro Calmon - Centro de Memória e Arquivo Público da Bahia Secretaria de Cultura do Estado da Bahia
3117-6067
 
Religião na Bahia: uma Perspectiva Histórica
Profa. Dr. Elizete da Silva (Universidade Estadual de Feira de Santana)
Resumo
O campo religioso baiano desde o período colonial se configurou de forma plural, mesmo na vigência do Padroado Régio, que estabelecia o catolicismo como instituição vinculada ao estado português. Além da Igreja Católica, as religiões de matrizes africanas e as religiões indígenas compuseram o cenário dos fenômenos sagrados na Bahia. Reformados e judeus foram repelidos como hereges, estranhos à ideia de cristandade que permeava o imaginário colonial. As transformações advindas do contexto político do inicio do século XIX propiciaram também mudanças no quadro religioso. Após 1810, com a presença da família real no Brasil e em decorrência de tratados econômicos com a Inglaterra, o governo do Príncipe Regente D. João abriu os portos e as portas do Brasil à Igreja Anglicana e por extensão ao protestantismo. Após a independência o catolicismo continuou religião oficial do Império. Na segunda metade do século XIX, além da Igreja Presbiteriana e da Denominação Batista, instalou-se o Espiritismo Kardecista na capital da Província Baiana, provocando conflitos e polêmicas com a hierarquia católica.
 A partir da primeira metade do século XX, outros grupos protestantes e uma sinagoga judaica diversificaram, ainda mais, a paisagem religiosa de Salvador. No interior do Estado, no que pese a predominância da Igreja Católica, espíritas e protestantes organizaram seus templos e passaram a conquistar fiéis e espaço no contexto social. O Recôncavo Baiano ficou famoso pela presença de Terreiros de Candomblé, porém em outras regiões da Bahia as principais nações de Candomblé, inclusive o de Caboclo sobreviveram, apesar das perseguições. Atualmente, observa-se profundas transformações no campo religioso baiano, com um número crescente de protestantes, especialmente neopentecostais, disputando fiéis e espaço político partidário.

quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Oficina de grafite para jovens - BA


A Biblioteca Infantil Monteiro Lobato, está com inscrições abertas para Curso de Grafitti, com a artista plástica Rebeca Lawinsky. O curso é gratuito, destinado a adolescentes de 15 a 25 anos, que não possuam experiência com a grafitagem.

Inscrições no Setor Infantil, de 04 a 28 de setembro.
De Terça a sexta, das 8h30min às 16h30min.

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Curso a distância gratuito prepara estudantes para o ENEM

Alunos podem se preparar para o Enem a distância

Em uma proposta para a transformação da educação, dois irmãos resolveram montar um site totalmente gratuito para auxiliar os alunos no Enem (Exame Nacional do Ensino Médio).

Para Fernando Giannini, de 35 anos, um dos fundadores do site “Mande Bem no Enem. com”, o ideal é democratizar o conhecimento usando a internet como auxílio.

“Estamos motivados, pois muitos não conseguem pagar uma faculdade ou um cursinho preparatório.

O site é uma forma de ajudar os estudantes”, diz Giannini.


Para o empresário, que trabalha com educação a distância ao lado do irmão Maurício Giannini, 31, o incentivo para preparar o aluno para o Enem está na oportunidade oferecida aos candidatos, pois o exame é a porta de entrada para várias faculdades do país.
As aulas disciplinares são desenvolvidas por uma equipe de professores e o aluno pode tirar dúvidas por e-mail.
E Giannini diz que ainda dá tempo de se preparar.
“O legal do curso on--line é justamente o tempo. O aluno pode estudar a hora que quiser, quantas horas ele quiser e o dia, desde que ele tenha disciplina”, comenta.

Acesso democrático

A coordenadora do curso de Educação a Distância do Centro Universitário Barão de Mauá, Marcia Figueiredo, diz que o acesso à informação tornou-se mais democrático, o que permitiu que classes sociais menos favorecidas tivessem acesso a ela.

“A aprendizagem passa, então, a ocorrer não apenas de forma sistematizada, como é transmitida pelas escolas, mas, sobretudo, em ambientes virtuais”.

Fonte: Jornal a Cidade, Guia útil, Ribeirão Preto, 27/08/2012.

http://www.mandebemnoenem.com/a-distancia-a-seu-favor.aspx

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Inscrições abertas para o Curso Formação para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileiras - BA



UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS
PROGRAMA A COR DA BAHIA


 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES

O Programa A Cor da Bahia, da Universidade Federal da Bahia (UFBA), em convênio com a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (SECADI) e o Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), da Coordenação de Atualização de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Ministério da Educação (MEC), torna público, por meio deste Edital, o processo de inscrição de candidatas/os ao Curso de Formação para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileiras, na modalidade Atualização. As inscrições para o curso, promovido na modalidade a distância, ocorrerão no período de 6 a 31 de agosto.


1. DA CLIENTELA
É candidato/a qualificado/a a inscrever-se para este processo seletivo Professor/a, Coordenador/a ou Diretor/a de escolas da Educação Básica das redes públicas federal, estadual ou municipais do Estado da Bahia, lotado/a nos municípios de Camaçari, Lauro de Freitas, Mata de São João e Simões Filho.


2. DO CURSO, DAS VAGAS E REALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES
2.1 O Curso a Distância para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileiras é apoiado pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (SECADI) e integra o Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), da Coordenação de Atualização de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Ministério da Educação (MEC).

2.2 Da natureza do Curso
Curso de Atualização, com carga horária de 180 (cento e oitenta) horas, realizado a distância (148 horas) e presencialmente (32 horas).

2.2 Das vagas
Serão disponibilizadas 240 (duzentas e quarenta) vagas ao todo, distribuídas igualmente entre os pólos de Camaçari, Lauro de Freitas, Mata de São João e Simões Filho (60 vagas por pólo).

2.3 Da realização das atividades
O curso será realizado pela Internet, na plataforma Moodle/UFBA, e presencialmente, nos pólos de apoio presencial dos municípios de Camaçari, Lauro de Freitas, Mata de São João e Simões Filho.
O material didático será disponibilizado no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), no decorrer do curso, e distribuído em módulos impressos aos participantes, ao final.




3. DAS INSCRIÇÕES

3.1              Das etapas de inscrição
O processo de inscrição será realizado em duas etapas, no período de 6 a 31 de agosto de 2012:
1ª etapa) impressão e preenchimento da Ficha de Inscrição e da Declaração de Disponibilidade disponíveis no site http://www.acordabahia.ufba.br/ ;
2ª etapa) envio, por Correios, dos formulários impressos e da documentação descrita no item 3.1.2
A Ficha de Inscrição e a Declaração de Disponibilidade poderão ser acessadas através deste edital, publicado no site do Curso (http://www.acordabahia.ufba.br/ ).
Cada candidato/a deverá cadastrar o seu e-mail pessoal.
Não serão aceitas mais de uma inscrição vinculadas a um mesmo e-mail.

3.1.2    Do envio da documentação obrigatória
Os(As) candidatos(as) deverão encaminhar, apenas por Correios, cópia dos documentos obrigatórios para participarem do processo seletivo, conforme abaixo descrito:
1) Carteira de identidade;
2) Cadastro de Pessoa Física (CPF);
3) Diploma do Curso de Graduação ou Certificado de Conclusão do Nível Médio (cópia autenticada em cartório);
4) Comprovante de vinculação à escola onde leciona (contracheque mais recente, Atestado ou Declaração assinado/a e carimbado/a pelo/a Diretor/a);
5) Comprovante de residência (recibos de luz, telefone, água ou fatura de cartão de crédito);
6) Curriculum vitae.
Os documentos dos itens 1, 2 e 3 deverão estar autenticados em cartório.
Lembrar de anexar à documentação a Ficha de Inscrição e a Declaração de Disponibilidade preenchidos.
Não serão aceitos documentos enviados via FAX ou e-mail.
IMPORTANTE: Somente serão aceitos documentos com data de postagem até 31 de agosto de 2012. A não observância deste procedimento implicará na anulação da inscrição.

3.2       Do endereço para envio dos documentos:
O envelope deverá ser identificado com o nome do curso e enviado por correio (SEDEX ou carta registrada), para o seguinte endereço:

Programa A Cor da Bahia

Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas

Estrada de São Lázaro, 197, Federação, CEP 40.210-730, Salvador-Bahia-Brasil.

3.3       Do preenchimento das vagas
Será ocupada a vaga pelo/a candidato/a que, satisfazendo aos pré-requisitos, seja um/a dos/as 60(sessenta) primeiros/as inscritos/as em cada pólo.
3.4       Do resultado
O resultado será divulgado no dia 5 de setembro de 2012.
A lista dos(as) candidatos(as) selecionados(as) será divulgada na Internet, no site do Curso à Distância para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileiras, no endereço http://www.acordabahia.ufba.br/
3.5       Da digitalização dos documentos:
Será efetuada a devolução da documentação exigida dos/as candidatos/as neste edital.
Os documentos dos/as selecionados/as serão digitalizados e devolvidos aos/às candidatos/as no prazo de 1(um) mês após a divulgação do resultado final.
A documentação dos/as candidatos/as não selecionados/as será devolvida após a divulgação do resultado, podendo ser retirada na sede do Programa A Cor da Bahia, no endereço descrito no item 3.2.
Os(as) selecionados(as) poderão reaver a documentação na sede do Programa A Cor da Bahia (vide endereço no item 3.2).


4. DA EXCLUSÃO DO PROCESSO DE SELEÇÃO E INGRESSO
Será excluído/a do processo qualquer candidato/a que não cumprir com o item 3 deste edital.


5. DAS CONDIÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DO CURSO
5.1 Tendo em vista as peculiaridades do Curso a Distância para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileiras, para acompanhá-lo com aproveitamento o/a participante deverá possuir ou ter acesso a computador com a seguinte configuração mínima:

Sistema operacional Linux com interface gráfica recente, como Kurumin ou
Ubuntu; ou Windows XP, 2000, Vista ou 7 (neste caso, é necessário um leitor de
PDF como o Adobe Acrobat Reader)
Navegador gráfico de sua preferência (Mozilla Firefox, Internet Explorer, Opera, Safari ou Google Chrome)
Flash player de sua preferência
Processador com velocidade de 500 MHz (recomenda-se 2GHz)
256MB de memória RAM
Drive de CD-ROM 8X;
Placa de vídeo configurada para 800 x 600 pixels e 256 cores (recome8nda-se 1024 x 768 pixels e 65536 cores/16 bits);
Placa de som com caixas acústicas (ou fones de ouvido) e microfone;
Acesso à Internet, com velocidade mínima de conexão de 56 kbps;
Correio eletrônico pessoal (e-mail).
5.2 O/A participante deverá:
a)  participar dos fóruns de discussão;
b)  participar dos encontros presenciais obrigatórios no respectivo pólo de apoio presencial;
c)  realizar as atividades encaminhadas pelas/os Tutoras/es a Distância (Moodle) e Presenciais (Pólos).

6. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
6.1 A inscrição no Processo Seletivo implica a aceitação plena das normas do presente Edital.
6.2 O/A candidato/a que, sob qualquer hipótese, deixar de obedecer ao item 3 deste Edital, perderá o direito à vaga.
6.3 É requerido que aos/às participantes/as tenham acesso a computador com Internet para realização do curso.
6.4 O Programa A Cor da Bahia não se responsabilizará por inscrição não recebida por motivos de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, por outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados ou por documentação não entregue devido a extravio ou preenchimento indevido da correspondência.
6.5 Informações adicionais poderão ser obtidas no site http://www.acordabahia.ufba.br/
6.6 É de responsabilidade da/o candidata/o acompanhar a divulgação de todos os atos e comunicados referentes a este processo seletivo público, no endereço eletrônico: http://www.acordabahia.ufba.br/
6.7 Os casos omissos e as situações não previstas serão resolvidos pela Coordenação do curso.
6.8 O Programa A Cor da Bahia se reserva o direito de cancelar, anular ou adiar o processo seletivo por motivo de força maior ou por baixo número de candidatas/os inscritas/os, a critério do próprio Programa, dando ampla divulgação de seus atos e de eventuais providências a serem tomadas pelas(os) candidatas(os) que já tenham efetivado sua inscrição.
6.9 O Programa A Cor da Bahia se reserva no direito de corrigir eventuais erros materiais neste instrumento podendo ainda efetuar alterações neste Edital.
6.10 Este Edital entra em vigor na data de sua publicação.

 
Salvador, 6 de agosto de 2012.

 
PAULA CRISTINA DA SILVA BARRETO
Coordenadora do Programa A Cor da Bahia

UNEB promove curso "Estudos étnico-raciais da sociedade baiana" - BA

 
(Clique na imagem para ampliá-la)

FUNCEB e Funarte oferecem oficinas gratuitas de artes visuais e circo - BA

A Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), em parceria com a Fundação Nacional de Artes (Funarte), vinculada ao Ministério da Cultura (MinC), abre inscrições para oficinas gratuitas nas áreas de artes visuais e artes circenses para interessados em conhecer e desenvolver suas aptidões nestas linguagens. Ao todo, 110 vagas são oferecidas, ampliando as ações de formação artística na Bahia. Cada um dos cursos tem critérios específicos de participação e todos exigem apresentação de formulários de inscrição, disponíveis no site da FUNCEB.
 
Em artes visuais, antigas técnicas fotográficas são exploradas de novas formas na oficina Fotografia Vernacular & Fotopintura. Em circo, quatro cursos – três deles em diferentes locais de Salvador e um em Camaçari – englobam técnicas de tecido, lira e trapézio, acrobacia, tranca e icários. As aulas vão acontecer durante o mês de setembro, em distintos períodos e horários.

Mais informações:
http://ascomfunceb.wordpress.com/2012/08/23/funceb-e-funarte-oferecem-oficinas-gratuitas-de-artes-visuais-e-circo/

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Webinar com inscrições gratuitas: Geocatálogo – Gestão de Imagens e Ortofotos através de uma forma rápida, segura e eficiente

Junte-se a nós neste seminário online
23 de Agosto às 11h

O MundoGEO e a Santiago & Cintra Consultoria convidam toda a comunidade a participar de um seminário online sobre a gestão de imagens e ortofotos através de uma forma rápida, segura e eficiente com o ERDAS APOLLO.

Cada vez mais instituições públicas, privadas, área acadêmica e terceiro setor adquirem imagens de satélite RapidEye e outros sensores, ortofotos, entre outras fontes. Isto ocupa um grande espaço em disco e cobre grandes regiões do país e do mundo. Estes usuários podem usar um Geocatálogo com a plataforma ERDAS APOLLO, que além de gerenciar as imagens também gerencia os metadados, realiza processamento online, viabiliza o download das informações, tudo isso de forma rápida, segura e eficiente, usando os padrões internacionais do Open Geospatial Consortium (OGC), ficando desta forma disponível para conexão com a Infraestrutura Nacional de Dados Espaciais (INDE) do Brasil.

Com inscrições gratuitas, este seminário online é indicado para gestores e usuários de instituições públicas, privadas, área acadêmica e terceiro setor, que trabalhem com imagens de satélite, mosaicos, ortofotos e produtos geoespaciais para aplicações de mapeamento, monitoramento, classificação, detecção de mudanças e outras aplicações espaciais ou de gestão de negócios.

O apresentador será Diego Mendes Rodrigues, Especialista Sênior em Tecnologia da Informação, Sensoriamento Remoto, Geocatálogo de informações geográficas, projetos e responsabilidades relacionadas a Infraestrutura de Dados Espaciais (IDE), além dos padrões de serviços OGC. Os participantes poderão interagir com o apresentador, enviando suas questões através do chat. Após o webinar, serão enviados certificados digitais de participação a todos que estiverem online na sessão.

Webinar: Geocatálogo – Gestão de Imagens e Ortofotos através de uma forma rápida, segura e eficiente com ERDAS APOLLO
Data: 23 de Agosto de 2012
Horário: 11h às 12h (hora de Brasília)
Após registrar-se, você receberá um email de confirmação com o
link de acesso a este seminário online.
Requisitos de Sistema
PC - Windows 7, Vista, XP ou 2003 ServerMacintosh - Mac OS X 10.4.11 (Tiger) ou mais recente

As inscrições são gratuitas, mas as vagas são limitadas!
Reserve já seu espaço neste seminário online:
http://mundogeo.net/send/link.php?M=1704259&N=1616&L=4944&F=H

sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Palestra "Reflexões político-sociais na Revolução Constitucionalista na Bahia (1821-1822)" - BA


Prezado(a)s,

A Fundação Pedro Calmon, por meio do Centro de Memória da Bahia, convida a todo(a)s para o segundo semestre do Conversando com sua História. No módulo movimentos sociais, que será discutido durante todo o mês de agosto, teremos a palestra intitulada Reflexões político-sociais na Revolução Constitucionalista na Bahia (1821-1822), que será ministrada pelo prof. Dr. Argeniro Ribeiro de Souza Filho (Fainor).
Contamos com sua participação!

Local: sala Katia Mattoso, 3º andar da Biblioteca Pública do Estado da Bahia
Data: 20 de agosto de 2012
Horário: 17h

Acompanhe o Conversando com sua História e o Ensino de História da Bahia através de imagens, vídeos e textos em nossa página no facebook http://www.facebook.com/cmb.fpc. Aproveite e curta nossa fun page!


Atenciosamente,

Centro de Memória da Bahia
Fundação Pedro Calmon - Centro de Memória e Arquivo Público da Bahia Secretaria de Cultura do Estado da Bahia
3117-6067

quinta-feira, 16 de agosto de 2012

Projeto Autores & Idéias 2012 - PR

O Projeto Autores & Idéias é um ciclo literário que propõe debates sobre temas do cotidiano, tendo a literatura como cenário e narrativa das conversas. Num formato de bate-papo, dois escritores convidados dialogam com o público e trocam idéias acerca do assunto. O tema é apenas o ponto de partida, que não limita a conversa, ao contrário, ganha vozes na dinâmica do evento.
Mesa: A nova geração de leitores adolescentes
Eliane Brum e Santiago Nazarian
               Depois do sucesso de tantas sagas e séries, de O senhor dos anéis a Crepúsculo, passando por Harry Potter, uma nova geração de leitores adolescentes parece haver se formado. Mas como manter o interesse desses jovens por outros tipos de leitura, não tão ligados à mídia e à indústria do espetáculo? Como atraí-los para a leitura dos clássicos, por exemplo — se é que isso é mesmo necessário? De que forma apresentá-los a essas obras? A partir de que idade, por intermédio de quem? É preciso adaptá-las? O que as leituras da adolescência mudaram na história pessoal e profissional dos nossos convidados? Em sua formação como leitores, cidadãos e escritores, ler os clássicos ajudou de algum modo? Como convencer os adolescentes a ler e, principalmente, continuar lendo na fase adulta? E a chamada literatura juvenil: existe mesmo?
Os convidados
                Eliane Brum nasceu em Ijuí (RS) em 1966. Considerada a jornalista mais premiada do Brasil - foram cerca de 50 prêmios, nacionais e internacionais - , é autora dos livros Coluna Prestes - O avesso da lenda, A vida que ninguém vê e O olho da rua. É colunista e repórter especial do site da revista Época, tendo começado sua carreira profissional no jornal Zero Hora, de Porto Alegre (RS). Também cineasta documentarista, codirigiu os filmes Uma história severina e Gretchen filme estrada. Em 2011, estreou na ficção, com o romance Uma duas, e participou da antologia Dignidade, lançada na Itália pela organização Médicos sem fronteiras. Vive em São Paulo (SP).
                Santiago Nazarian nasceu em São Paulo (SP), em 1977. É autor de cinco romances - Olívio, Morte sem nome, Feriado de mim mesmo, Mastigando humanos e O prédio, o tédio e o menino cego - e do livro de contos Pornofantasma. Em 2012, lança seu primeiro romance juvenil, Garotos malditos, que foi contemplado com a bolsa de patrocínio do programa Petrobrás Cultural. Além de ficcionista, é tradutor de mais de 20 obras literárias.
 
ENTRADA FRANCA. VAGAS LIMITADAS.
FAVOR CONFIRMAR PRESENÇA VIA E-MAIL OU FONE.

segunda-feira, 6 de agosto de 2012

Inscrições abertas para Oficina de Gestão Museal em Itabuna - BA

Os interessados em participar da Oficina de Gestão Museal, que acontece nos dias 22, 23 e 24 de agosto, das 9h às 17h, no Centro de Cultura Adonias Filho, em Itabuna, têm até o dia 13 de agosto para efetuar sua inscrição através do e-mail oficinasnat.dimus@gmail.com. Ministrada pela professora Heloisa Helena Fernandes Gonçalves da Costa, da Universidade Federal da Bahia, a atividade é gratuita e tem como objetivo oferecer orientação técnica básica para o aperfeiçoamento dos estudantes, museólogos e profissionais que atuam em instituições museais da região. A atividade é promovida pela Diretoria de Museus do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia (DIMUS/IPAC) em parceria com a Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Secretaria de Cultura do Estado.

A Oficina de Gestão Museal integra o Ciclo de Oficinas de Capacitação, que teve início com a realização da Oficina de Conservação Preventiva de Acervos Museológicos em Santo Amaro e em Alagoinhas. As atividades seguem até o mês de dezembro e irão contemplar cinco das sete macrorregiões museais que atendem aos 27 territórios de identidade da Bahia. Os próximos municípios a receberem as oficinas são: Guanambi (19 a 21.09), Juazeiro (17 a 19.10), Feira de Santana (07 a 09.11) e Porto Seguro (05 a 07.12). Estão sendo oferecidas 40 vagas em cada município e certificados aos participantes. Também serão abordados os temas Ação Sociocultural e Educativa nos Museus e de Acessibilidade Universal.

Além de sediar as oficinas, os municípios têm recebido visitas técnicas realizadas por profissionais da DIMUS. O objetivo é fazer uma análise qualitativa das instituições museais existentes na região, com verificação do tipo de acervo e das ações educativas desenvolvidas nestes espaços. As visitas culminarão na atualização do Cadastro de Museus do estado. Mais informações pelo telefone: (71) 3117-6381. 

Serviço:
O que: Inscrições abertas para Oficina de Gestão Museal em Itabuna
Quando: até 13 de agosto
Informações: (71) 3117-6381
Gratuito.

Curso de Formação de Professoras/es para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileiras abre inscrições - BA



UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS HUMANAS
PROGRAMA A COR DA BAHIA


 EDITAL DE ABERTURA DE INSCRIÇÕES

O Programa A Cor da Bahia, da Universidade Federal da Bahia (UFBA), em convênio com a Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (SECADI) e o Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), da Coordenação de Atualização de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Ministério da Educação (MEC), torna público, por meio deste Edital, o processo de inscrição de candidatas/os ao Curso de Formação para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileiras, na modalidade Atualização. As inscrições para o curso, promovido na modalidade a distância, ocorrerão no período de 6 a 31 de agosto.


1. DA CLIENTELA
É candidato/a qualificado/a a inscrever-se para este processo seletivo Professor/a, Coordenador/a ou Diretor/a de escolas da Educação Básica das redes públicas federal, estadual ou municipais do Estado da Bahia, lotado/a nos municípios de Camaçari, Lauro de Freitas, Mata de São João e Simões Filho.


2. DO CURSO, DAS VAGAS E REALIZAÇÃO DAS ATIVIDADES
2.1 O Curso a Distância para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileiras é apoiado pela Secretaria de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão (SECADI) e integra o Sistema Universidade Aberta do Brasil (UAB), da Coordenação de Atualização de Pessoal de Nível Superior (CAPES), Ministério da Educação (MEC).

2.2 Da natureza do Curso
Curso de Atualização, com carga horária de 180 (cento e oitenta) horas, realizado a distância (148 horas) e presencialmente (32 horas).

2.2 Das vagas
Serão disponibilizadas 240 (duzentas e quarenta) vagas ao todo, distribuídas igualmente entre os pólos de Camaçari, Lauro de Freitas, Mata de São João e Simões Filho (60 vagas por pólo).

2.3 Da realização das atividades
O curso será realizado pela Internet, na plataforma Moodle/UFBA, e presencialmente, nos pólos de apoio presencial dos municípios de Camaçari, Lauro de Freitas, Mata de São João e Simões Filho.
O material didático será disponibilizado no Ambiente Virtual de Aprendizagem (AVA), no decorrer do curso, e distribuído em módulos impressos aos participantes, ao final.




3. DAS INSCRIÇÕES

3.1              Das etapas de inscrição
O processo de inscrição será realizado em duas etapas, no período de 6 a 31 de agosto de 2012:
1ª etapa) impressão e preenchimento da Ficha de Inscrição e da Declaração de Disponibilidade disponíveis no site http://www.acordabahia.ufba.br/ ;
2ª etapa) envio, por Correios, dos formulários impressos e da documentação descrita no item 3.1.2
A Ficha de Inscrição e a Declaração de Disponibilidade poderão ser acessadas através deste edital, publicado no site do Curso (http://www.acordabahia.ufba.br/ ).
Cada candidato/a deverá cadastrar o seu e-mail pessoal.
Não serão aceitas mais de uma inscrição vinculadas a um mesmo e-mail.

3.1.2    Do envio da documentação obrigatória
Os(As) candidatos(as) deverão encaminhar, apenas por Correios, cópia dos documentos obrigatórios para participarem do processo seletivo, conforme abaixo descrito:
1) Carteira de identidade;
2) Cadastro de Pessoa Física (CPF);
3) Diploma do Curso de Graduação ou Certificado de Conclusão do Nível Médio (cópia autenticada em cartório);
4) Comprovante de vinculação à escola onde leciona (contracheque mais recente, Atestado ou Declaração assinado/a e carimbado/a pelo/a Diretor/a);
5) Comprovante de residência (recibos de luz, telefone, água ou fatura de cartão de crédito);
6) Curriculum vitae.
Os documentos dos itens 1, 2 e 3 deverão estar autenticados em cartório.
Lembrar de anexar à documentação a Ficha de Inscrição e a Declaração de Disponibilidade preenchidos.
Não serão aceitos documentos enviados via FAX ou e-mail.
IMPORTANTE: Somente serão aceitos documentos com data de postagem até 31 de agosto de 2012. A não observância deste procedimento implicará na anulação da inscrição.

3.2       Do endereço para envio dos documentos:
O envelope deverá ser identificado com o nome do curso e enviado por correio (SEDEX ou carta registrada), para o seguinte endereço:

Programa A Cor da Bahia

Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas

Estrada de São Lázaro, 197, Federação, CEP 40.210-730, Salvador-Bahia-Brasil.

3.3       Do preenchimento das vagas
Será ocupada a vaga pelo/a candidato/a que, satisfazendo aos pré-requisitos, seja um/a dos/as 60(sessenta) primeiros/as inscritos/as em cada pólo.
3.4       Do resultado
O resultado será divulgado no dia 5 de setembro de 2012.
A lista dos(as) candidatos(as) selecionados(as) será divulgada na Internet, no site do Curso à Distância para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileiras, no endereço http://www.acordabahia.ufba.br/
3.5       Da digitalização dos documentos:
Será efetuada a devolução da documentação exigida dos/as candidatos/as neste edital.
Os documentos dos/as selecionados/as serão digitalizados e devolvidos aos/às candidatos/as no prazo de 1(um) mês após a divulgação do resultado final.
A documentação dos/as candidatos/as não selecionados/as será devolvida após a divulgação do resultado, podendo ser retirada na sede do Programa A Cor da Bahia, no endereço descrito no item 3.2.
Os(as) selecionados(as) poderão reaver a documentação na sede do Programa A Cor da Bahia (vide endereço no item 3.2).


4. DA EXCLUSÃO DO PROCESSO DE SELEÇÃO E INGRESSO
Será excluído/a do processo qualquer candidato/a que não cumprir com o item 3 deste edital.


5. DAS CONDIÇÕES PARA A REALIZAÇÃO DO CURSO
5.1 Tendo em vista as peculiaridades do Curso a Distância para o Ensino de História e Cultura Afro-brasileiras, para acompanhá-lo com aproveitamento o/a participante deverá possuir ou ter acesso a computador com a seguinte configuração mínima:

Sistema operacional Linux com interface gráfica recente, como Kurumin ou
Ubuntu; ou Windows XP, 2000, Vista ou 7 (neste caso, é necessário um leitor de
PDF como o Adobe Acrobat Reader)
Navegador gráfico de sua preferência (Mozilla Firefox, Internet Explorer, Opera, Safari ou Google Chrome)
Flash player de sua preferência
Processador com velocidade de 500 MHz (recomenda-se 2GHz)
256MB de memória RAM
Drive de CD-ROM 8X;
Placa de vídeo configurada para 800 x 600 pixels e 256 cores (recome8nda-se 1024 x 768 pixels e 65536 cores/16 bits);
Placa de som com caixas acústicas (ou fones de ouvido) e microfone;
Acesso à Internet, com velocidade mínima de conexão de 56 kbps;
Correio eletrônico pessoal (e-mail).
5.2 O/A participante deverá:
a)  participar dos fóruns de discussão;
b)  participar dos encontros presenciais obrigatórios no respectivo pólo de apoio presencial;
c)  realizar as atividades encaminhadas pelas/os Tutoras/es a Distância (Moodle) e Presenciais (Pólos).

6. DAS DISPOSIÇÕES FINAIS
6.1 A inscrição no Processo Seletivo implica a aceitação plena das normas do presente Edital.
6.2 O/A candidato/a que, sob qualquer hipótese, deixar de obedecer ao item 3 deste Edital, perderá o direito à vaga.
6.3 É requerido que aos/às participantes/as tenham acesso a computador com Internet para realização do curso.
6.4 O Programa A Cor da Bahia não se responsabilizará por inscrição não recebida por motivos de ordem técnica dos computadores, falhas de comunicação, congestionamento das linhas de comunicação, por outros fatores de ordem técnica que impossibilitem a transferência de dados ou por documentação não entregue devido a extravio ou preenchimento indevido da correspondência.
6.5 Informações adicionais poderão ser obtidas no site http://www.acordabahia.ufba.br/
6.6 É de responsabilidade da/o candidata/o acompanhar a divulgação de todos os atos e comunicados referentes a este processo seletivo público, no endereço eletrônico: http://www.acordabahia.ufba.br/
6.7 Os casos omissos e as situações não previstas serão resolvidos pela Coordenação do curso.
6.8 O Programa A Cor da Bahia se reserva o direito de cancelar, anular ou adiar o processo seletivo por motivo de força maior ou por baixo número de candidatas/os inscritas/os, a critério do próprio Programa, dando ampla divulgação de seus atos e de eventuais providências a serem tomadas pelas(os) candidatas(os) que já tenham efetivado sua inscrição.
6.9 O Programa A Cor da Bahia se reserva no direito de corrigir eventuais erros materiais neste instrumento podendo ainda efetuar alterações neste Edital.
6.10 Este Edital entra em vigor na data de sua publicação.

 
Salvador, 6 de agosto de 2012.

 
PAULA CRISTINA DA SILVA BARRETO
Coordenadora do Programa A Cor da Bahia

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Palestra e oficina "Economia Criativa" - PR

(Clique na imagem para ampliá-la)

quarta-feira, 1 de agosto de 2012