Divulgando oportunidades educacionais desde 08.02.2008

Seguidores do Só Cursos Grátis


Pesquisa personalizada

Siga por email

.

quinta-feira, 18 de agosto de 2016

Inscrição para Formação em Mídia Étnica - BA

Estão abertas até o dia 19 de agosto (sexta-feira) as inscrições para a Formação em Mídia Étnica, um curso sobre Jornalismo e Relações Raciais que será oferecido pelo Instituto Mídia Étnica e o Correio Nagô. A proposta é oferecer a estudantes de comunicação e comunicadores comunitários reflexões sobre o potencial da mídia, em especial, do jornalismo, no combate às diferentes manifestações do racismo.

As aulas serão ministradas aos sábados, nos meses de agosto, setembro e outubro, na Casa do Mídia Étnica, no bairro do Dois de Julho, Centro de Salvador, com experiências práticas durante os eventos do Novembro Negro.

Os participantes terão aulas teóricas e práticas com experientes comunicadores que tem contribuído para a produção de contra narrativas às violações aos direitos humanos na mídia brasileira. Entre as convidadas para ministrar aulas na Formação em Mídia Étnica estão as jornalistas Maíra Azevedo (Tia Má) e Cleidiana Ramos (revista digital Flor de Dendê, professora da Faculdade Dois de Julho e doutoranda em Antropologia pela Ufba); o jornalista e fotógrafo André Frutuoso, o jornalista e doutorando em Políticas de Comunicação (Unb), Pedro Caribé (da Rede Bahia 1798); o publicitário e pesquisador sobre novas mídias Paulo Rogério Nunes (Berkman Center/Harvard University); o produtor audiovisual Rosalvo Neto, responsável pela TV Correio Nagô, entre outros.

As inscrições pelo endereço: https://goo.gl/forms/06hQ5geE0UoV6oos2

FONTE: Correio Nagô

sábado, 13 de agosto de 2016

PROGRAMAÇÃO CULTURAL DO IGHB INCLUI HOMENAGENS A EUCLIDES DA CUNHA, AO DIA DO HISTORIADOR, E LANÇAMENTO DE LIVRO SOBRE COMIDA BAIANA


Eventos acontecem de 16 a 19 de agosto, com entrada gratuita 

O Instituto Geográfico e Histórico da Bahia apresenta a sua programação cultural na semana de 16 a 19 de agosto, que inclui homenagens a Euclides da Cunha, ao Dia do Historiador, e um lançamento de livro, com palestras, sobre Comida Baiana.
Dando início a agenda, no dia 16 (terça), às 17h, a Casa da Bahia prestará uma homenagem aos 150 anos do nascimento de Euclides da Cunha. O encontro será coordenado pelo escritor Lamartine Lima, com participações dos especialistas Oleone Fonseca, Jose Carlos Santana e José Dionísio Nóbrega. Os escritores falarão sobre “Euclydes da Cunha nos Jornais da Bahia’’, “Euclydes da Cunha e a tragédia da Piedade”, "Muita poesia nas prosas e alguns equívocos na história", dentre outras abordagens.  
Na quinta (18 de agosto), também às 17h, acontece uma mesa redonda seguida do lançamento do livro "A comida baiana: cardápios de um prisioneiro ilustre (1763)", de autoria dos professores Jeferson Bacelar e Luiz Mott. No livro é apresentada, através dos cardápios de um prisioneiro, uma reconstrução minuciosa da alimentação da Bahia no século XVIII. Nele, pela primeira vez, de forma constante, aparece o trinômio feijão, arroz e farinha, mistura que se tornaria a marca registrada não só da cozinha baiana, mas nordestina e de grande parte do território nacional. Trata-se de um livro obrigatório para os estudiosos da culinária nacional, muito particularmente para aqueles que ainda só olham para a Bahia tendo em mente a “comida de azeite”.
Para homenagear os historiadores, no dia 19 de agosto, das 14h às 18h, o IGHB promoverá a Mesa redonda “Historiador, a que será que se destina?”. A proposta do encontro é discutir a profissão de historiador, a tramitação do processo de regulamentação do exercício profissional no Congresso Nacional, além do seu papel na sociedade. Estarão presentes, em duas mesas: A profissão do historiador (Sergio Guerra Filho (Uneb) e Alfredo Matta (Uneb/Ufba); O papel social do profissional de história (Rafael Cloux (Unifacs/Ucsal) e Max Rangel das Neves (Sec. Educação).
Os eventos têm entrada gratuita. Mais informações no site www.ighb.org.br ou sede do IGHB - Avenida Joana Angélica, 43, Piedade, e tel. 71 3329 4463 (das 13h às 18h). 
O IGHB é uma das 15 instituições apoiadas pelo programa Ações Continuadas a Instituições Culturais, iniciativa da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) através do Fundo de Cultura da Bahia (FCBA).