Divulgando oportunidades educacionais desde 08.02.2008

Seguidores do Só Cursos Grátis


Pesquisa personalizada

Siga por email

.

domingo, 15 de janeiro de 2017

UFRB abre seleção de alunos para o Curso de Especialização de Gestão em Saúde na modalidade à distância - BA

O Centro de Ciências da Saúde - CCS da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB e a Superintendência de Educação Aberta e a Distância – SEAD iniciam as inscrições no próximo dia 16 de janeiro para o processo de seleção de alunos do Curso de Especialização de Gestão em Saúde na modalidade à distância.
O Curso tem por objetivo a qualificação de pessoal de nível superior visando capacitar quadro de gestores para atuarem na administração de macro e microssistemas públicos de saúde bem como qualificar profissionais no processo de trabalho em saúde para planejar e programar ações, gerir recursos e avaliar sistemas e práticas de gestão em saúde e também habilitar nas competências básicas para a gestão de serviços de saúde, profissionais com responsabilidades ampliadas de gestão administrativa e de atenção à saúde, atuantes em sistemas e serviços de saúde.
O Curso terá uma duração de 18 meses, contabilizando uma carga horária total de 527 horas sendo realizado na modalidade à distância por meio da internet, com encontros presenciais para discussões, orientações e avaliações nos polos UAB onde o aluno se vincular no ato da matrícula. Estão previstos 2 (dois) encontros presenciais, um no início e outro no término do curso, divididos em quatro módulos de presença, cada um representando 25% do total de participação presencial do curso. Os encontros presenciais têm como objetivo a discussão de casos, apresentações sobre metodologia científica e orientação para a preparação do TCC (Trabalho de Conclusão de Curso). Os encontros ocorrerão em dias e horários previamente agendados, nos polos de apoio presencial, respectivos de cada aluno.
Ao final do curso, o aluno que cumprir satisfatoriamente todas as exigências do curso receberá Certificado de Pós-Graduação Lato Sensu, em nível de Especialização expedido pela Universidade Federal do Recôncavo da Bahia - UFRB.
Serão ofertadas 300 vagas, assim distribuídas entre as cidades polo Conceição do Coité, Ipirá, Jequié, Rio Real, Sapeaçu e Seabra.
Serão destinadas 10% das vagas do curso para servidores técnico-administrativos e servidores docentes da UFRB (Resolução nº 20 de 2014/UFRB). Além destas, também serão destinadas 10% das vagas para candidatos autodeclarados pretos, pardos, indígena e pessoas com deficiência (Portaria Normativa, nº 13, de 11 de maio de 2016).
O curso destina-se à profissionais portadores de diploma de nível superior que atuem como gestores ou técnicos nas três esferas de gestão do SUS; à profissionais egressos dos cursos de graduação da área da saúde ou áreas afins, com interesse específico no campo da saúde coletiva; e a docentes nas áreas de saúde coletiva, gestão de sistemas e serviços de saúde e áreas afins.
São requisitos para a seleção que o candidato tenha concluído sua graduação em curso reconhecido pelo MEC; que possua habilidade para utilizar computadores e dispor de recursos ágeis de conectividade com internet, e-mail, fórum, chat, entre outros; também deverá dispor de pelo menos 10 (dez) horas semanais para estudo.
Não será cobrada taxa de inscrição e o curso será inteiramente gratuito. As inscrições serão realizadas no período compreendido entre às 09h:00min do dia 16/01/2017 às 23h59min do dia 06/02/2017 exclusivamente através do site: www.ufrb.edu.br/ead/editais, não sendo aceita inscrição via fax e/ou por correio eletrônico.
Para maiores informações acerca da documentação exigida para a inscrição, homologação, resultado da seleção e outras informações, consulte o Edital de Seleção.


FONTE: site da UFRB

quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

UPE promove Especialização em Ensino de Cultura Africanas- da Diáspora e dos Povos Indígenas


As inscrições serão feitas até o dia 20/1/17 (exclusivamente nos polos)
Faça download do edital – https://goo.gl/JhSk9l

Nova turma de Saúde da População Negra começa em janeiro

As inscrições para a nova turma do curso online e de ensino à distância “Saúde da População Negra” estão abertas. Todas as categorias de profissionais da saúde, além de outros interessados no tema podem se inscrever. O início do curso é imediato, a carga horária é de 45 horas, dividido em três unidades. A inscrição pode ser feita aqui.
A capacitação é organizada pela Secretaria Executiva da Universidade Aberta do SUS (UNA-SUS) e pelo Ministério da Saúde, por meio das secretarias de Gestão do Trabalho e de Educação na Saúde (SGTES) e de Gestão Estratégica e Participativa (SGEP).
O curso fornece subsídios aos profissionais de saúde para que possam atuar – pela perspectiva do cuidado centrado na pessoa e na família – na implementação da Política Nacional de Saúde Integral da População Negra (PNSIPN) e ampliar os conhecimentos desses profissionais para promover um atendimento integral e adequado às especificidades de saúde da população negra.
O curso debate questões relacionadas ao racismo institucional para os usuários do SUS. De maneira mais abrangente, pretende-se alertar os profissionais de saúde para que, durante a rotina de trabalho, eles possam identificar as iniquidades étnico-raciais que impactam sobre a saúde da população negra, além de monitorar e avaliar os resultados das ações para prevenção e combate dessas iniquidades.
A metodologia é interativa e utiliza perguntas e respostas comentadas. O participante avança nos estudos dentro do seu próprio ritmo . A estrutura do curso é ilustrada com vídeos e infográficos.
Cada atividade trata de situações baseadas em vivências clínicas de modo que a capacitação aproxime o aluno da realidade da Unidade de Saúde. Essas atividades auxiliam na aquisição dos recursos e entendimento necessários para implementar o encontro clínico centrado na população negra, baseado em evidência científica, conforme a perspectiva da Política Nacional de Saúde Integral da População Negra (PNSIPN) e do SUS. A formação pode ser acessada a qualquer momento via desktop ou smartphones.

Capacitação
O interesse por temas ligados aos direitos humanos foi o que levou a enfermeira Mariana Duarte a buscar o curso. “Fiquei curiosa com a criação de uma política voltada especificamente para a população negra. Sendo o direito à saúde uma questão universal e equitativa, a prática desse direito também deve ser intrínseca aos serviços do SUS”, conta. “O curso tem uma didática leve, e me surpreendeu na forma como ensinou noções básicas sobre conceitos étnico-raciais. Ele me trouxe uma sensibilização maior para o atendimento às pessoas respeitando seus valores e costumes”, conclui.
Chegando a sua quarta oferta, a capacitação teve, desde o lançamento da primeira turma, em 22 de outubro de 2014, um total de 21.049 matrículas. O estado com maior número de participantes foi São Paulo, com 988, seguido por Minas Gerais, com 791 matriculados e Bahia, com 736 alunos.
“A inclusão dos temas racismo e saúde da população negra nos processos de formação e educação permanente dos trabalhadores da saúde, e também do controle social, é prioridade de ação”, lembra a secretária de gestão estratégica e participativa do Ministério da Saúde, Gerlane Baccarin.
Para Gerlane, o grande número de inscritos no curso reflete o interesse nas temáticas relacionadas à saúde da população negra, como o racismo e acesso à saúde. ”O curso dá visibilidade a esses temas promovendo a reflexão e a transformação nas práticas cotidianas de atendimento ou mesmo da gestão do SUS”

Política Nacional Integral da População Negra (PNSIPN)
A Política Nacional de Saúde Integral da População Negra foi instituída pelo Ministério da Saúde em 13 de maio de 2009, por meio da Portaria nº 992. Baseada nos princípios constitucionais de cidadania e dignidade humana, ressalta o enfrentamento ao racismo, em busca da promoção da igualdade. Reafirma os princípios do SUS: a universalidade do acesso, a integralidade da atenção, a igualdade da atenção à saúde e a descentralização político-administrativa, com direção única em cada esfera de governo.
Além disso, define os princípios, a marca, os objetivos, as diretrizes, as estratégias e as responsabilidades de gestão, voltados para a melhoria das condições de saúde desse segmento da população. Inclui ações de cuidado, atenção, promoção à saúde e prevenção de doenças, bem como de gestão participativa, participação popular e controle social, produção de conhecimento, formação e educação permanente para trabalhadores de saúde, visando à promoção da equidade em saúde da população negra.

Fonte: Blog da Saúde, com informações da Secretaria Executiva da UNA-SUS

sexta-feira, 6 de janeiro de 2017

UNEB abre inscrição para cursos livres gratuitos e abertos ao público - BA

Hércules Andrade

Núcleo de Jornalismo
Assessoria de Comunicação


Linguagens de computação para desenvolvimento de jogos digitais, Orçamento familiar, Excel básico, Introdução ao uso da ferramenta Photoshop, e Pequenos reparos na construção civil.

Esses são alguns dos 21 cursos livres que serão ofertados gratuitamente pela UNEB, por meio da Pró-Reitoria de Pesquisa e Ensino de Pós-graduação (PPG), da Pró-Reitoria de Extensão (Proex) e da Pró-Reitoria de Gestão e Desenvolvimento de Pessoas (PGDP), na primeira edição do projeto Escola de Verão da UNEB (EVU).

A iniciativa é aberta ao público e os interessados em participar podem se inscrever a partir do dia 9 de janeiro, através do site www.sge.uneb.br.

As atividades serão realizadas entre os dias 23 de janeiro e 15 de fevereiro. Os cursos, que possuem carga horária de até 40 horas, serão ofertados no Campus I da UNEB, no bairro do Cabula, em Salvador.

O projeto Escola de Verão da UNEB tem como objetivo promover atividades de formação profissional, científica, cultural e extensionista, visando proporcionar aos participantes o contato com as diferentes áreas do conhecimento.


FONTE: Site da UNEB

quarta-feira, 4 de janeiro de 2017

Minicurso "Morte e sociedade no antigo Egito" - RJ

Minicurso gratuito promovido pelo Laboratório de Egiptologia do Museu Nacional/UFRJ (Seshat).

Local: Auditório Roquette-Pinto - Museu Nacional - Quinta da Boa Vista - Rio de Janeiro - RJ
Data: 10 a 12 de janeiro de 2017 - 13 às 17 horas.

A coleção egípcia do Museu Nacional é a maior de toda América Latina e, possivelmente, a mais antiga também. O acervo conta com aproximadamente 700 objetos, sendo alguns deles adquiridos ainda na época do Império por Dom Pedro I.

Mais informações: https://www.facebook.com/seshatlab/

Onda Digital abre inscrições para cursos de Programação e Games - BA



A pré-inscrição pode ser realizada até o domingo, 08/01, no site: www.ondadigital.ufba.br
Os cursos são abertos à comunidade externa e a membros da UFBA. 

Confira os cursos oferecidos:
 
1. Curso de Iniciação à Programação de Computadores – Nível Básico
Turma exclusiva para meninas
Carga horária total: 36 horas
Número de vagas: 25 vagas
Pré-requisitos: Ter idade a partir de 15 anos e conhecimentos de informática básica
Início das aulas: 17/01/2017
Término das aulas: 25/03/2017
 
2. Curso de Iniciação à Programação de Computadores – Nível Básico
Carga horária total: 36 horas
Número de vagas: 25 vagas
Pré-requisitos: Ter idade a partir de 15 anos e conhecimentos de informática básica
Início das aulas: 19/01/2017
Término das aulas: 25/03/2017
 
3. Curso de Games com uso de Software Livre
Carga horária total: 27 horas
Número de vagas: 6 vagas

Pré-requisitos: Ter idade a partir de 15 anos e conhecimentos em programação
Início das aulas: 20/01/2017
Término das aulas: 24/03/2017

Mais informações: (71) 3283-6765 ou (71) 3283-6293

FONTE: Agenda UFBA

UnB promove curso de Especialização em Políticas Públicas e Socioeducação a distância

Estão abertas as inscrições para a especialização gratuita e online da Universidade de Brasília UnB), em Especialização em Políticas Públicas e Socioeducação, oferecida pelo Centro de Estudos Avançados de Governo e Administração Pública (CEAG/UnB), vinculado à Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade (FACE/UnB). A especialização é em parceria com a Secretaria Nacional da Promoção dos Direitos da Criança e do Adolescente (SNPDCA).
 
O curso tem duração ode 14 meses, totalizando 360 horas. O estudo é dividido em módulos e aborda temas como: gestão de políticas públicas em socioeducação; justiça e direitos humanos; o processo e o atendimento socioeducativo; e metodologias de pesquisa e intervenção.

Pessoas de todo o Brasil com graduação completa, que atuem no sistema socioeducativo, podem realizar a inscrição até o dia 08 de janeiro de 2017, às 23h55. Para isso, basta entrar no endereço eletrônico http://sinase.ceag.unb.br/ensapp/ e realizar o cadastro e preencher a ficha.