Divulgando oportunidades educacionais desde 08.02.2008

Seguidores do Só Cursos Grátis


Pesquisa personalizada

Siga por email

terça-feira, 28 de setembro de 2010

Curso virtual em advocacy e prevenção do HIV/Aids

INSCRIÇÕES ABERTAS  
Curso virtual (via internet) sobre Advocacy e Prevenção do HIV/Aids, voltado especificamente para a população de gays e outros homens que fazem sexo com homens (HSH)
 
Prazo para inscrição: 07 de outubro de 2010
 
Contexto:
 
A Associação Paranaense da Parada da Diversidade – APPAD, em parceria com o Departamento de DST, Aids e Hepatites Virais do Ministério da Saúde,  ASICAL , vem desenvolvendo o “Projeto InteraGir - Ações de Advocacy e Prevenção em HIV/Aids para a comunidade de gays e outros HSH”.
 
O Projeto está sendo desenvolvido em rede desde janeiro de 2009, através de 7 organizações distribuídas entre as 5 macrorregiões do país:
 
Norte  – Grupo Homossexual do Pará
Nordeste – GLICH e Instituto Papai
Sudeste – Cellos e Movimento Gay de Alfenas
Sul – Cepac
Centro-Oeste – Associação de Travestis e Transexuais do Mato Grosso do Sul
 
O Projeto prevê ações de advocacy no Executivo estadual e municipal, visando ao fortalecimento das atividades dos Planos de Ações e Metas em HIV/Aids, na área de gays e outros HSH, a implementação dos Planos Estaduais de Enfrentamento da Epidemia da AIDS e das DST entre Gays, HSH e Travestis*, inclusive no que diz respeito a ações de prevenção. Também prevê a promoção da cidadania e dos direitos humanos de pessoas vivendo com HIV/Aids e da população LGBT, por meio de ações de advocacy no Legislativo estadual e municipal.
 
A atual etapa do projeto prevê a ampliação das ações-piloto iniciais, e a realização de um curso virtual (por internet) em advocacy e prevenção do HIV/Aids, especificamente para a população de gays e outros HSH. A duração prevista do curso é de 09 semanas, no período de 11 de outubro a 10 de dezembro de 2010.
 
O curso virtual envolve o estudo de material teórico, incluindo vídeo apresentações, e a realização de tarefas em etapas de acordo com os conteúdos, de modo a construir um plano básico de advocacy e um plano básico de intervenção na comunidade (prevenção). Os estudantes contarão com a orientação de tutores.
 
Há até 210 vagas disponíveis no curso, distribuídas da seguinte forma:
 
                Região Sul:                         30 vagas
                Região Norte:                   30 vagas
                Região Centro-Oeste:   30 vagas
                Região Nordeste 1 (BA, SE, AL, CE):        30 vagas
Região Nordeste 2 (PE, PB, RN, PI, MA):              30 vagas
                Região Sudeste 1 (MG, ES):        30 vagas
Região Sudeste 2 (SP, RJ):           30 vagas
 
Até o momento (24/09), 70 pessoas já se inscreveram.
 
Ao final do curso virtual, os 10 estudantes com o melhor desempenho em cada uma das 7 regiões terão a oportunidade de participar de um curso regional presencial de 40 horas, para o aperfeiçoamento dos conhecimentos adquiridos e definição de planos de ação mais aprofundados.
 
Critérios para seleção de candidatos:
 
  • Ser participante de uma ONG de direitos humanos LGBT, com atuação também na área de HIV/Aids
  • Ser uma ONG participante de Fóruns de Aids e LGBT, ou equivalente
  • Ter perfil de militante
  • Preferencialmente ser jovem
  • Preferencialmente ser universitário
  • Ter disponibilidade para realizar e concluir o curso
  • Ter habilidade em lidar com o computador
  • Ter redação própria
  • O município sede da ONG do candidato deve obrigatoriamente ter um Plano de Ações e Metas - PAM (veja em http://www.pam.aids.gov.br/pam/menupam2.asp para a lista completa dos municípios com PAM). Não poderão ser aceitos candidatos de municípios que não têm PAM.
  • O candidato deve se comprometer a fazer integralmente o curso virtual
 
Como se candidatar:
 
A inscrição dos candidatos ao curso se dará por meio de formulário disponível no site: www.asical.org/br . No menu direito (utilize a barra de rolamento inferior para visualizar o menu direito), no item, “Cadastre-se”, clique em “Para fazer parte da comunidade clique aqui”, e preencha e envie o formulário de inscrição.
 
As inscrições serão avaliadas de acordo com os critérios acima e de acordo com o número de vagas disponíveis por região.
 
Os candidatos selecionados serão informados por e-mail até 09 de outubro e receberão um login e uma senha para poder entrar na plataforma do curso.
 
Dúvidas:
 
Eventuais dúvidas devem ser encaminhadas por e-mail para interagir@cepac.org.br
 
 
               Márcio Marins                                                        Toni Reis
Coordenador-Geral da APPAD                Coordenador-Geral do Projeto InteraGir           
  
* Travestis: a Projeto InteraGir não contempla travestis, visto que um projeto específico para esta população, aprovado na mesma concorrência, está sendo desenvolvido por outra organização.  

domingo, 26 de setembro de 2010

Projovem Trabalhador abre inscrições para 1980 vagas em Salvador - BA


O Programa Nacional de Inclusão de Jovens – PROJOVEM, concebido pelo Governo Federal, está sendo iniciado na capital e em outros 34 municípios do estado, oferecendo, nesta etapa, um total de 4.750 vagas de qualificação gratuita (1980 delas em Salvador) para jovens de baixa-renda, com idades entre 18 e 29 anos. Na Bahia, o programa está sendo implantado por meio da Secretaria Estadual do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (SETRE), em parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE).

Contemplando vários arcos profissionais, como a Construção Civil, Hotelaria, Piscicultura, Vestuário, Arte, Agro-extrativismo, Elétrica e Mecânica, os cursos do Projovem Trabalhador foram montados a partir de um estudo rigoroso do mercado de trabalho, qualificando o público nas áreas que apresentam maior carência de profissionais, de acordo com a necessidade de cada município. Esse método garante, posteriormente, maior facilidade na inserção dos jovens qualificados.

A carga horária do programa é de 350 horas, ministradas em seis meses - um período mais extenso, que melhora a assimilação do conteúdo trabalhado em sala de aula e no ambiente prático. O programa permitirá que os jovens recebam qualificação social, com noções de cidadania e meio-ambiente, por exemplo, além da capacitação profissional na área pretendida, que abrange 80% do programa de aulas.


1. Beneficiários do Programa

I – Ter entre 18 e 29 anos; 
II – Possuir renda familiar per capta de até um salário mínimo;
III – Estar cursando ou ter concluído o ensino fundamental;
IV – Ou estar cursando ou ter concluído o ensino médio, e que não esteja no ensino superior.

2. Documentação necessária para inscrição do jovem:

I - cópia do CPF;
II - cópia da RG;
III - cópia do comprovante de residência;
IV - cópia do comprovante de matrícula no ensino fundamental ou médio / ou cópia do histórico de conclusão do ensino médio.


3. Carga horária dos cursos

O Projovem Trabalhador tem carga horária de 350 horas/aula, sendo 100 horas/aula de qualificação social e 250 horas/aula de qualificação profissional.

4. Arcos Ocupacionais

As ofertas de cursos do Projovem são definidas em consonância com a demanda de empregabilidade nos municípios, a partir do parecer dos conselhos tripartites municipais. Esta etapa do programa, montada desta forma, contempla os seguintes arcos ocupacionais: administração, agro-extrativismo, alimentação, arte, cultura, beleza, comunicação, marketing social, construção civil, educação, esporte, gráfica, joalheria, madeira, móveis, metal-mecânica, pesca, piscicultura, saúde, serviços pessoais, telemática, transporte, turismo, vestuário, entre outros.
                    

EM SALVADOR, AS ÁREAS DOS CURSOS ESTÃO DISPONÍVEIS DE ACORDO COM O BAIRRO DE RESIDÊNCIA DOS CANDIDATOS. OS INTERESSADOS DEVEM PROCURAR, O QUANTO ANTES, A UNIDADE CENTRAL DO SINEBAHIA (ÚNICO LOCAL DAS INSCRIÇÕES). 
  
A RELAÇÃO COMPLETA DAS CIDADES E DAS ÁREAS OFERECIDAS ESTÁ DISPONÍVEL NO WWW.SETRE.BA.GOV.BR

quinta-feira, 23 de setembro de 2010

Unesp lança curso on-line gratuito de redação científica

(Universidade Estadual Paulista) oferece, pela internet, um curso gratuito e aberto de redação científica. Dividido em quatro módulos, é coordenado pelo professor Gilson Volpato, do IB (Instituto de Biociências), de Botucatu (SP). A iniciativa proporciona a programas de pós-graduação conteúdo destinado à formação de mestres e doutores.
O curso é oferecido por meio de vídeos e aborda os seguintes temas: Importância das bases filosóficas; base empírica; controvérsias sobre os dados; ciência e tecnologia; por que publicar?; o que publicar?; idioma da publicação; causas de negação dos artigos; o lado educacional; como as revistas podem ajudar; como os autores podem ajudar; passos para a publicação; negar hipótese- o que fazer depois?; tipos de pesquisa; a arte da redação; texto como argumento lógico; por onde começar a redação; tipos de pesquisa X redação; e autoria.
O professor Volpato é autor de vários livros e artigos sobre metodologia, redação e publicação científicas. Ele oferece cursos presenciais, dá palestras e ministra aulas de metodologia científica na universidade.

* Com informações da Unesp.

terça-feira, 21 de setembro de 2010

Senai oferece bolsas de estudo integrais para cursos superiores - BA

A Tarde Online
 
O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai Bahia) oferece 54 bolsas de estudo integrais para os cursos de graduação tecnológica oferecidos nas unidades Cimatec, localizadas na Avenida Orlando Gomes, em Piatã, e Cetind, que fica na Avenida Luís Tarquínio Pontes, em Lauro de Freitas. Dentre os cursos disponíveis estão os de mecatrônica industrial, logística, sistemas automotivos, polímeros, processos ambientais e engenharia mecânica.
Para concorrer às vagas, o candidato deve se inscrever gratuitamente de 1º a 15 de outubro no site www.fieb.org.br/senai/graduacao, e ser aluno egresso do ensino médio das redes públicas, do Sesi Bahia, ou bolsista integral de escolas particulares. Os estudantes serão escolhidos por meio de critérios socioeconômicos e do desempenho no ENEM deste ano ou de até dois anos anteriores. Os selecionados iniciarão os estudos no primeiro semestre de 2011. Mais informações pelo número (71) 3534-8090.

sexta-feira, 17 de setembro de 2010

terça-feira, 14 de setembro de 2010

Paulo Vanucchi fará palestra em Salvador a convite de Emiliano - BA

O secretário Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, Paulo Vanucchi, fará palestra em Salvador sobre o “Terceiro Programa Nacional dos Direitos Humanos”. O evento, que acontecerá no dia 16 (quinta-feira), às 19h, na Faculdade 2 de Julho (Garcia), está sendo organizado pelo candidato a deputado federal Emiliano (1331). A entrada é franca.

O Programa Nacional dos Direitos Humanos (PNDH-3) representa a opção do Brasil pelo fortalecimento da democracia do ponto de vista político-institucional e também da igualdade econômica e social.

O PNDH-3 é um verdadeiro roteiro para implantação da democracia: Diálogo permanente entre Estado e Sociedade Civil; Transparência em todas as esferas de governo; Primazia dos Direitos Humanos nas políticas internas e nas relações internacionais; Caráter laico do Estado; Fortalecimento do pacto federativo; Universalidade, indivisibilidade e interdependência dos direitos civis, políticos, econômicos e sociais; Opção pelo desenvolvimento sustentável; Respeito à diversidade; Combate às desigualdades; Erradicação da fome e da extrema pobreza.

“Com Lula muito se avançou. Há saldos positivos em todas as áreas dos Direitos Humanos. Mas, os avanços não podem esconder os problemas reais. Há índices alarmantes de violência, prostituição infantil, grupos de extermínios, trabalho escravo, mão-de-obra infantil, condições degradantes nos presídios, tortura policial, criminalização dos movimentos sociais. Não haverá paz sem justiça social”, alerta Emiliano.

domingo, 12 de setembro de 2010

sábado, 11 de setembro de 2010

Curso Gerenciamento da Sala de Aula

Sabemos o quanto é difícil para o Professor entrar em uma sala de aula quando :
- os alunos são indisciplinados
- os alunos  não querem nada com nada
- os alunos  procrastinam sempre
- os alunos  desrespeitam os colegas
- os alunos  desrespeitam o Professor
- os alunos  tumultuam a sala de aula
- os alunos usam de violência física ou  verbal uns para com os outros

Visando dar novas ferramentas e estratégias para o Professor  e auxiliar a Secretaria de Educação da Bahia   a capacitar os Professores, é que estamos disponibilizando o Curso Gerenciamento da Sala de Aula  para todas as Escolas desta Secretaria.

Este curso é gratuito, e será oferecido por email para todas os Escolas  da rede Municipal, Estadual e Particular.
Além do curso, totalmente gratuito, as Escolas também receberão, artigos com dicas práticas para Capacitação dos Professores.

As Escolas e Professores poderão realizar o cadastramento diretamente no site http://www.sosprofessor.com.br , bastando informar nome e email.

Repasse esse email para todas as Escolas para que os Professores possam fazer o cadastro, ou ainda V.Sas. pode nos enviar a lista de emails que enviaremos o curso.

Roseli Brito
Pedagoga - Psicopedagoga - Coach

Ogum Deus e Homem estreia em Salvador - BA

setembro 9, 2010 por plugcultura
O espetáculo “Ogum, Deus e Homem”, com direção de Fernanda Júlia e o ator Val Perré no papel-título, estreia  dia 23 de setembro, quinta-feira, no Teatro Martim Gonçalves, no Canela, às 20 horas, permanecendo em cartaz até 3 de outubro (exceto na segunda-feira, dia 27/09). Os ingressos gratuitos poderão ser retirados até uma hora antes da apresentação. “Ogum” foi a única montagem teatral do Nordeste contemplada para patrocínio e produção no I Prêmio Nacional de Expressões Culturais Afro-brasileiras, promovido pela Fundação Palmares e a Cadon (Centro de Apoio ao Desenvolvimento Osvaldo dos Santos Neves),  com patrocínio da Petrobras e Ministério da Cultura. E este foi o espetáculo escolhido por Fernanda Júlia (“Xirê Obá”), como sua montagem de conclusão no curso de Direção Teatral pela Escola de Teatro da UFBA, com texto escrito por ela e Fernando Santana (“Atire a Primeira Pedra”), que também atua na peça. Fernanda tem como orientador o professor e diretor Luís Marfuz.
DJs e atabaques - Como parte do mesmo projeto, serão realizadas importantes atividades paralelas ao espetáculo como oficinas de direção e produção;  o  II IPADÊ (Fórum Nata de Africanidade) e o lançamento do filme-documentário OGUM.DOC, dirigido por Thiago Gomes, que também é diretor assistente da peça.  No dia da estreia, 23, o público conhecerá a Afro-Tecno-Jam, um evento de interação musical “entre Djs e atabaques”, com a participação de La Funhouze,  um coletivo de música tecno e arte de Salvador. Além disso, coroando a noite, será servida aos convidados a tradicional Feijoada de Ogum.
O ESPETÁCULO – “Ogum, Deus e Homem” é uma montagem produzida pela Kalik Produções Artísticas e tem realização da atuante Companhia de Teatro Nata, fundada há 10 anos por Fernanda Júlia, na cidade baiana de Alagoinhas. Para o elenco da peça, a Cia. convidou atores de Salvador, estabelecendo um processo inovador de interação entre a capital e o interior do Estado. Além do ator Val Perré, que há três anos mora no Rio de Janeiro e vem se destacando no teatro, cinema e televisão, “Ogum” tem no elenco Jussara Mathias, Marinho Gonçalves, Fernando Santana, Jefferson Oliveira, Luiz Guimarães, Clara Paixão e Deilton José.

domingo, 5 de setembro de 2010

I Fórum de Artes, Mercado e Tecnologia: encontro para desenvolvimento da cultura em rede - BA

Iniciativa busca contribuir para o fortalecimento da cadeia produtiva das artes na Bahia através da potencialização de redes colaborativas


De 9 a 11 de setembro (quinta a sábado), Salvador vai reunir nomes de referência nacional e internacional em articulação de redes de cultura no I Fórum de Artes, Mercado e Tecnologia – FAMT. Desenvolvido a partir da bem-sucedida experiência de três edições do Fórum de Música, Mercado e Tecnologia – FMMT (2007/2008/2009), o FAMT agora agrega artes visuais, audiovisual, circo, dança, música e teatro, além de espaços culturais, para discutir artes, mercado e tecnologia na perspectiva de redes e de um sistema criativo transversal. O evento oferece programação gratuita, com três mesas temáticas e um Laboratório Criativo, e se realiza no Espaço Unibanco de Cinema Glauber Rocha (Praça Castro Alves – Centro).

O FAMT se baseia na compreensão de que os desafios para o amplo fortalecimento do setor cultural dependem do compartilhamento de soluções comuns e de novas tecnologias. As redes colaborativas têm se revelado de fundamental importância para o processo de construção de uma produção cultural contemporânea, diversa e acessível, através da articulação de profissionais e de seus projetos, resultando em uma nova dinâmica de experiências e gerando um aperfeiçoamento dos conteúdos e resultados.

As redes se propõem a conectar pessoas, informações, conhecimentos, interesses e esforços que, integrados, são capazes de conceituar e promover ações culturais de forma mais eficiente e profissionalizada. Assim, atuam na estruturação de uma cadeia produtiva que abarca melhores condições de trabalho, desenvolvimento e acessibilidade, permitindo a ampliação de oportunidades tanto para artistas e profissionais da cultura, quanto para interessados em ingressar nas diversas carreiras que o mercado cultural oferece e para o consumo público. O Fórum de Artes, Mercado e Tecnologia objetiva contribuir para a formação de uma consciência individual e compartilhada daqueles que poderão se reconhecer como agentes da cultura, independentemente das linguagens e ambientes em que atuam.

Promovido pela Fundação Cultural do Estado da Bahia (FUNCEB), unidade da Secretaria de Cultura do Estado (SecultBA), o FAMT se alinha às diretrizes políticas de democratização, participação e execução de ações estruturantes, que possam capacitar e dar subsídios para a sociedade civil produzir cultura com menos dependência de incentivos do Estado. Convidados que são representativos e experientes na articulação de redes, na mobilização de agentes culturais e na realização de ações que fortalecem, divulgam e estimulam a produção artística brasileira vão estar ao lado de um público formado por produtores, gestores culturais, artistas, comunicadores, técnicos, estudantes e pesquisadores. Desta maneira, o Fórum se compromete com o desafio de fomentar o desenvolvimento da cadeia produtiva das artes no estado da Bahia.


Mesas Temáticas
As mesas temáticas do I FAMT acontecem pela manhã, das 9 às 12 horas. Elas são gratuitas, abertas ao público e, para participar, não é necessária inscrição prévia.

No dia 9 de setembro, após a abertura oficial do evento com a presença deTarciana Portella (MinC Nordeste), o primeiro tema discutido será “Políticas Institucionais em Rede”, pretendendo avaliar o potencial, a atuação e o papel de instituições, públicas e privadas, na estruturação de redes de cultura. Estarão presentes Eduardo Saron (Itaú Cultural), Eliane Costa (Petrobras) e Marcos Barreto (Vivo), representantes de instituições que têm uma política cultural estabelecida e projetos bem-sucedidos neste contexto.

No dia seguinte, chega a vez de “Redes – Tecnologia e Inovação”, que objetiva tratar das soluções inovadoras encontradas por profissionais que fazem uso de tecnologia, informação, conhecimento e educação na aplicação de projetos culturais. Os integrantes da mesa serão Adriana Dias (ArtA2), DJ Branco (CMA Hip Hop), Eduardo Bonito (Festival Panorama de Dança) e Sérgio Amadeu (Universidade Federal do ABC – UFABC).

Por fim, no dia 11, a fala será sobre “Redes e Espaços Culturais”, numa abordagem das possibilidades de uso de espaços para a articulação de jovens em formação, artistas, grupos, técnicos etc. A mesa será formada por Cristina Castro (Núcleo Viladança), Márcia Leite (SESC Nacional), Margareth Tamburu (Centros de Educação Unificados – CEUs SP) e Perfeito Fortuna (Fundição Progresso).


Laboratório Criativo
O Laboratório Criativo se realiza de forma continuada, à tarde, das 14 horas às 18 horas, nos três dias do evento, totalizando uma carga horária de 12 horas. As inscrições públicas, gratuitas, ficaram abertas de 26 de julho a 15 de agosto, para ocupação de 90 vagas disponibilizadas. Os participantes (cujos nomes e devidas apresentações estão listados em documento disponível no site do Fórum –www.fundacaocultural.ba.gov.br/famt) foram selecionados através de análise curricular, no propósito de reunir agentes de cultura comprometidos com a proposta do Fórum.

O Laboratório Criativo estreou no FMMT de 2009, com objetivo de provocar a criação e a sistematização de redes produtivas. A metodologia utilizada, que será repetida este ano, procura identificar as principais soluções atuantes na economia criativa do país e possibilitar uma imersão conjunta entre os profissionais convidados e o público participante. Um resultado desta ação foi a estruturação da Rede Música Bahia, hoje composta por nove entidades do setor musical, tais como IMA, Aspiral do Reggae, Música, Inovação e Conectividade (MIC), Quina Cultural e Cooperarock. Agora, a pretensão é de que este novo Laboratório contribua para o estabelecimento, em médio prazo, de uma rede transversal composta por diferentes linguagens.

Os facilitadores do Laboratório Criativo do I FAMT serão Gabriel Cardoso (Lumo Coletivo), Luiz Fernando Sarmento (consultor em redes), Natacha Melo (Red Sudamericana de Danza) e Pablo Capilé (Fora do Eixo/ Espaço Cubo), profissionais que protagonizam importantes realizações na articulação de redes culturais.


Minicurrículos – Conheça mais sobre os convidados do I FAMT

// MESA 1: Políticas Institucionais em Rede | 9/9 (quinta), 9 às 12 horas
Eduardo Saron – Diretor-superintendente do Itaú Cultural, membro da Comissão Nacional de Incentivo à Cultura e representante da Federação Brasileira de Bancos – FEBRABAN.

Eliane Costa – Formada em física pela PUC-Rio, ingressou na Petrobras em 1975, na área de informática. Paralelamente ao seu trabalho na Petrobras, atuou como produtora cultural independente, tendo, entre outros, produzido os CDs-rom Circuito Mauá e Circuito Copacabana. Participou da fundação do bloco Escravos da Mauá. Atualmente, é gerente de Patrocínio da Petrobras.

Marcos Barreto – Gerente nacional de Desenvolvimento Cultural e de Sustentabilidade da Vivo, responsável pelas redes dos programas Vivo em todo o Brasil. Atuante em diversos campos do mercado cultural ao longo dos últimos 20 anos, é publicitário com especializações em marketing, em telecomunicações e administração cultural. Autor do livro “Do marketing ao desenvolvimento cultural – Relacionamento entre empresa e cultura: reflexões e experiências”.

// MESA 2: Redes – Tecnologia e Inovação | 10/9 (sexta), 9 às 12 horas
Adriana Dias – Administradora de empresas, é sócia-diretora da ArtA2 Consultoria, especializada em projetos de capacitação voltada para o mercado do entretenimento com foco em negócios. Tem como parceiros a Fundação Getúlio Vargas, PUC Rio de Janeiro, Instituto Belas Artes em São Paulo, Academia Internacional de Cinema, dentre outros. Também atua na área acadêmica, idealizou e coordena cursos de formação executiva em cultura em diversas instituições.

DJ Branco  Comunicador e mobilizador social, arte-educador e produtor cultural, é fundador e coordenador da CMA Hip Hop – Comunicação Militância e Atitude. Passando por várias rádios comunitárias, é atualmente apresentador do programa “Evolução Hip Hop”, na rádio Educadora FM Bahia. É conselheiro e membro da coordenação executiva do Conselho de Desenvolvimento da Comunidade Negra do Estado da Bahia (CDCN), membro do Comitê de Acompanhamento do Programa Mais Cultura na Bahia e coordenador do curso Jovens em Mobilização – Formação de Agentes Socioculturais e Comunitários.

Eduardo Bonito – Curador e diretor artístico do Festival Panorama de Dança. Com formação em artes cênicas, relações públicas e performance, é produtor profissional desde 1990. Também dirige o Festival Dança em Foco. Ministra palestras e oficinas de formação nas áreas de curadoria, produção artística e desenvolvimento estratégico em artes performativas no Brasil e no exterior. Fundador e participante de várias redes nacionais e internacionais e consultor para instituições governamentais e fundações na América Latina e Europa.

Sérgio Amadeu – Graduado em ciências sociais, mestre e doutor em ciência política pela Universidade São Paulo (USP), consultor de comunicação e tecnologia. Presidiu o Instituto Nacional de Tecnologia da Informação e foi membro do Comitê Gestor da Internet no Brasil. Pesquisa as relações entre comunicação e tecnologia, práticas colaborativas na internet e a teoria da propriedade dos bens imateriais. Autor dos livros: “Exclusão digital: a miséria na era da informação” e “Software livre: a luta pela liberdade do conhecimento”.

// MESA 3: Redes e Espaços Culturais | 11/9 (sábado), 9 às 12 horas
Cristina Castro – Diretora, coreógrafa e professora de dança contemporânea, é membro do Conselho Internacional da Dança (CID/UNESCO) e do colegiado de programação e gestão do Teatro Vila Velha. Fundou e responde pela direção geral do Núcleo Viladança, onde desenvolve há 13 anos projetos de criação, formação e difusão da dança. É diretora e curadora do VIVADANÇA Festival Internacional e fundadora e coreógrafa da Cia. Viladança, grupo residente do Teatro Vila Velha, entre outros projetos. Também participou de diversos seminários e programas de intercâmbio internacionais.

Marcia Leite – Gerente de Cultura do Departamento Nacional do SESC. É formada em arquitetura e em arte-educação e psicopedagogia, mestre em educação e professora universitária, ex-diretora de Tecnologia Educacional da TV Educativa, Rede Brasil, e ex-coordenadora do projeto Salto para o Futuro, TV Escola.

Margareth Tamburu – Coordenadora pedagógica da Rede Municipal de Ensino e assessora especial da Secretaria Municipal de Educação de São Paulo, é responsável pelos 45 Centros Educacionais Unificados – CEUs SP e pelos projetos especiais, que englobam as atividades do contra-turno escolar. Tem pós-graduação em história, sociedade e cultura.

Perfeito Fortuna – 'Animador cultural', produtor, ator, ex-integrante do lendário grupo teatral Asdrúbal Trouxe o Trombone, criou o Circo Voador, ícone cultural de uma geração. Foi eleito, em 1999, presidente da ONG Fundição Progresso, que recuperou e onde reuniu uma série de grupos com propostas artísticas diversas. Hoje, a Fundição se firma como polo cultural e uma das principais casas de show do país.

// Laboratório Criativo | 9 a 11/9 (quinta a sábado), 14 às 18 horas
Gabriel Cardoso – Graduado em relações internacionais, comunicação social com habilitação em Rádio e TV e produção fonográfica, é músico e produtor cultural. Sua experiência em produção executiva e planejamento inclui o Festival Calango,Quintal do Lumo, Festival Grito Rock Porto de Galinhas, Noites Abrafin/ Fora do Eixo, Semana Limbo e Festival Grito Pernambuco. É também membro-fundador e coordenador de planejamento do Lumo Coletivo, criado em 2008, em Recife, como primeiro Ponto de Referência Regional Nordeste representante do Circuito Fora do Eixo. O Lumo forma uma rede de conexão entre cidades nordestinas, além de executar ações locais.

Luiz Fernando Sarmento – Formado em ciências econômicas, é articulador e pesquisador de redes sociais, de informação e comunitárias. Já atuou em áreas administrativas, operacionais, de criação, audiovisuais, dentre outras. Atualmente, trabalha no Serviço Social do Comércio do Rio de Janeiro (SESC Rio) como executivo técnico, formulando e realizando projetos, articulando encontros, integrando recursos, formando redes.

Natacha Melo – Intérprete de dança contemporânea, trabalha com companhias do Uruguai e da Europa. No ano 2000, inaugurou a Red Sudamericana de Danza, que tem desenvolvido estratégias, programas e grupos de trabalho para o fortalecimento da dança na região. É cogestora da rede social www.movimiento.org, coprodutora de oito encontros sul-americanos de dança e articuladora de atividades e projetos no continente. No Uruguai, foi curadora do Festival Internacional de Artes Escénicas e membro do Ministério de Educação e Cultura. É ainda integrante da Comisión de Danza Contemporánea del Gobierno e da Asociación de Danza del Uruguay.

Pablo Capilé  Fundador e vice-presidente da Associação Brasileira de Festivais Independentes (ABRAFIN), coordenador de planejamento do Circuito Fora do Eixo, cofundador das Casas Associadas e fellow da Ashoka – Empreendedores Sociais Mundiais. Produtor cultural, idealizador e cofundador do Espaço Cubo, que concebe tecnologias de gestão sociocultural. O Espaço Cubo também é o instituto cofundador do Circuito Fora do Eixo, rede que congrega mais de 20 estados brasileiros. Através desta rede, é realizado o Grito Rock América do Sul – festival idealizado por Capilé. Trata-se do maior festival integrado da América Latina, que acontece em 80 cidades.


Serviço
I Fórum de Artes, Mercado e Tecnologia
Quando: 9 a 11 de setembro de 2010 (quinta a sábado)
Palestras: 9 às 12 horas (não é necessária inscrição prévia)
Laboratório Criativo: 14 às 18 horas (inscrições encerradas – lista dos 90 participantes selecionados disponível no site do evento)
Onde: Espaço Unibanco de Cinema Glauber Rocha (Praça Castro Alves – Centro)
Quanto: Grátis

Mais informações:
71 3116-6849/ 3116-6631
famt.funceb@gmail.com

quinta-feira, 2 de setembro de 2010

Brechó Solidário - BA

Encontros no Museu - BA

ENCONTROS NO MUSEU
OS MESTRES E SUAS DISSERTAÇÕES

O Museu marca um encontro por mês, com mestres de nossas universidades, que apresentarão suas temáticas e a construção de seus projetos de dissertação.

10 de setembro (sexta-feira)
das 17 às 18:30 horas
Auditório do Museu
REPERCUSSÕES DA ARTE-EDUCAÇÃO NA FORMAÇÃO DE PEDAGOGOS
Palestra proferida pela profa. Ms. Dionne Guimarães Barreto

ENTRADA FRANCA - Será fornecido Certificado

Curso online de Contabilidade Aplicada ao Setor Público e LRF

 (Clique na imagem para amplia-la)

Objetivo do curso é: comentar questões antigas e inéditas sobre contabilidade pública, AFO e LRF
Periodicidade: Semanal
Inicia: 06/09
Provavelmente duração de 10 semanas
100 questões comentadas por aula
público alvo: concurseiros que farão provas que caiam essas matérias
Local: online, fazer inscrição através do site www.portalcontabilidadepublica.com.br