Divulgando oportunidades educacionais desde 08.02.2008

Seguidores do Só Cursos Grátis


Pesquisa personalizada

Siga por email

sexta-feira, 13 de junho de 2008

Roteiro de Exposições (Junho-Julho) - BA

Um Passeio por Buenos Aires - O fotógrafo baiano Francisco Sales expõe uma série de 16 imagens feita na capital argentina, em 2004. As fotos, clicadas nas ruas da cidade, mostram o lado urbano e sedutor de Buenos Aires. Livraria Saraiva do Salvador Shopping. Abertura: sábado,14, 19h. Até 28 de junho.

Ipac 40 anos - O Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural da Bahia inicia exposição itinerante comemorativa a quatro décadas de existência da instituição. A mostra tem temática histórica, abordando desde a criação da Cidade do Salvador, no século XVI, ao início deste século XXI. São trinta painéis ressaltando o caráter didático da exposição e a busca pelo que há de mais representativo nas coleções . Paço Municipal Maria Quitéria - Feira de Santana-BA. Abertura, sexta, 13, 17h30. Até 6 de julho.

A Flecha em Repouso - Mário Cravo Neto apresenta 31 obras, algumas em dípticos e trípticos, totalizando 35 fotografias em cores, que ficam expostas na Paulo Darzé Galeria de Arte – R. Dr. Chrysppo de Aguiar, 8, Corredor da Vitória (3267-0930). Visitação: de seg a sex, das 9h às 19h; sáb, das 9h às 13h. Até 13 de julho.

Eckenberger Obras 1965 - 2008 - A exposição conta com 450 peças, divididas em várias linguagens artísticas, como pinturas, gravuras, esculturas em tecido, desenhos livres e cerâmicas, que historiam a trajetória do artista argentino. Palacete das Artes Rodin Bahia – R. da Graça, 284, Graça (3117-6986). Ter a dom, das 10h às 18h. Até 30 de junho.

Expo Aventura Bahia - Os fotógrafos baianos Cássio Nagato, Danilo Sanches, Raone Beltrão e Yvan Freitas Cunha reuniram um acervo próprio com imagens de várias localidades baianas com potencial geográfico para o esporte. Regiões como Cachoeira, Arembepe, Jauá, Barra do Jacauípe e Porto Ferrolho estão no registro. Espaço Castro Alves da Saraiva Megastore (Shopping Salvador). Até Entre dia 13 junho.

Amazônia por Inteiro - Organizada pelo Greenpeace, a mostra itinerante faz parte das comemorações pela Semana do Meio Ambiente e ilustra, através de mapas e fotos, a evolução do desmatamento no Brasil. A exposição conta ainda com atividades interativas, educativas e irá incentivar a participação da população através de abaixo-assinado em defesa da Amazônia. Shopping Iguatemi Salvador, praça Divaldo Franco, 2º piso (Av. Tancredo Neves, 148 – Caminho das Árvores). Estréia quinta, 12. De 12 a 15 de junho, das 09h às 22h

Que fim levaram todas as flores - O videoartista Eder Santos, um dos pioneiros na atividade, expõe chuva de pétalas concebida especialmente para o espaço da Capela do Museu de Arte Moderna (MAM) – Av. Contorno, s/n, Solar do Unhão (3117-6130). Abertura segunda, 9, 19h, para convidados. Visitação: de ter a dom, das 13h às 19h; sáb, das 13h às 21h. Até 6 de julho.

Renascer - A artista plástica Gina Trindade Bello mostra a arte que vem do lixo através de 50 quadros. Biblioteca Juracy Magalhães Júnior – Rua Borges Reis, s/n, Rio Vermelho. Seg a sex, das 8h30 às 17h; sáb, das 8h30 às 12h. Até o dia 13.

Arte comestível - A exposição reúne 21 artistas plásticos baianos em torno da proposta de criar obras para serem, de fato, consumidas. A mostra marca a inauguração da Galeria G. Buffone – Av. Manoel Dias da Silva, 644, Pituba. Abertura hoje, 20h. Ingresso: 1 Kg de alimento não-perecível. Até 4 de julho.

Conservar o patrimônio para construir o futuro - A exposição promove um ambiente científico didático e pedagógico para entender o que é e como conservar o patrimônio material (construções e objetos) e o patrimônio vivo (rituais, crenças, danças e canções, hábitos, costumes tradicionais, maneiras de conhecer e formas de fazer de artistas eruditos ou artesãos). Caixa Cultural – R. Carlos Gomes, 57, Centro (3322-0219). Ter a dom, das 9h às 18h. Até o dia 29 de junho.
Olhos por Óleos - 125 obras sobre tela de artistas plásticos contemporâneos consagrados na Bahia e no Brasil compõem a mostra que homenageia o artista plástico Reginaldo Bonfim (in memoriam). Obras de nomes como Kennedy Bahia (in memorian), Juarez Paraíso, Simon Payko e Daniel Paulo integram a exposição. Salão Nobre da Associação dos Empregados no Comércio da Bahia (R. do Tira Chapéu, 1). Seg a sex, das 10h às 19h, sáb das c10h às 16h. Entrada franca. Abertura: sexta, dia 30, 18h. Até 10 de junho.

68+40 - Sob a curadoria de Roaleno Costa, a exposição coletiva traz obras visuais dos artistas Willyams Martins, Adriano Castro, Adalberto Alves, Márcia Abreu, Sybine, Gaio, Paim e Benedito, inspiradas nos movimentos políticos de 1968. Galeria da Aliança Francesa – Av. Sete de Setembro, 401, Lad. da Barra (3336-7599). Seg a sex, das 8h às 21h; dom, das 13h às 21h. Até o dia 16.

Entre Quatro Paredes - Uma das obras mais famosas do filósofo e escritor francês Jean-Paul Sartre é referência para a exposição homônima do artista plástico Maurício Alfaya. A mostra reúne 20 acrílicas sobre tela . Centro Cultural dos Correios da Bahia (Praça Anchieta, no. 20, Pelourinho - Tel: 3346-8720), dee terça a domingo, das 10h às 19h, até dia 29 de junho.

Alimenta-ação - Com curadoria de Viga Gordilho, a mostra da artista plástica Eva Arandas utiliza instalações, matizes lúdicas, cinéticas e da cultura popular para retratar o universo infantil e do trabalhador. Art Factory - Consulado da Holanda - Lgo do Carmo, 4, 1º andar, Santo Antônio. Seg a sex, de 13h às 17. Até o dia 10 de junho.

Expressões em foco - As telas em acrílico do artista Ricardo Fonseca mostram a Bahia negra, com enfoque em retratos de baianas, crianças, ialorixás e pessoas simples da periferia, e ficam expostas na Galeria Mocair Moreno – Theatro XVIII – R. Frei Vicente, 18, Pelourinho (3322- 0018). Diariamente das 15 às 21 horas (exceto às terças-feiras). Até 15 de junho. A Indústria do Petróleo no Brasil: Memória e Atualidade - A exposição traz detalhes históricos da descoberta do petróleo, trata do desenvolvimento da Petrobras e conta com equipamentos para prospecção usados pelos pioneiros na atividade. Museu Geológico da Bahia – Av. Sete de Setembro, 2.195, Corredor da Vitória (3336-6922). Ter a sex, das 13h30 às 18h; sáb e dom, das 13h às 17h.