Divulgando oportunidades educacionais desde 08.02.2008

Seguidores do Só Cursos Grátis


Pesquisa personalizada

Siga por email

quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

Curso de alfabetização de jovens e adultos abre inscrições

Leônidas Junior | A TARDE

De acordo com dados do IBGE, existem em Salvador atualmente cerca de 113 mil analfabetos absolutos e 300 mil analfabetos funcionais. Para reverter este quadro, foi criado o programa Salvador Cidade das Letras, desenvolvido pela Secretaria Municipal da Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secult), em parceria com o governo federal.

Quem quiser participar do programa como um alfabetizador tem até esta sexta-feira, 9, para se inscrever. Já os alfabetizandos têm até o dia 5 de fevereiro para efetuar a matrícula. A expectativa é que aproximadamente cinco mil alunos e 300 profissionais sejam inscritos.

“Ler e escrever é um direito de qualquer cidadão. É preciso que as pessoas tomem consciência disso e se inscrevam no programa para que possamos alfabetizar o maior número de pessoas”, diz a coordenadora do programa, Verônica Santana.

Os interessados em participar como alfabetizadores devem ter mais de 18 anos e comparecer à sede do programa, que fica na Rua Frederico Costa, Edifício Léo Center, 710, sala 001, Boa Vista de Brotas, para preencher ficha cadastral e fazer uma avaliação escrita. Também é exigida cópia de RG, CPF, comprovante de residência, uma foto 3x4, além de escolaridade mínima comprovada, formação em magistério ou nível médio completo com experiência em ensino ou superior em pedagogia e licenciaturas.

Já para os alunos, ter acima de 15 anos e não saber ler e escrever são os únicos pré-requisitos. Os interessados devem se dirigir a uma escola da rede municipal para realizar o cadastro, apresentando cópia de algum documento de identificação e comprovante de residência.

AULAS – O Salvador Cidade das Letras tem duração de oito meses, com carga horária total de 320 horas. As aulas acontecerão de segunda a quinta-feira nos espaços indicados pelos alfabetizadores, localizados em instituições comunitárias, de ensino superior e sedes de movimentos sociais, associações de moradores, clubes de mães, grupos religiosos e em escolas da rede municipal ou estadual.

Maiores informações: 71-3234-2458.